iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 16:13

Rumor de conflito entre Riquelme e Messi ganha força antes de jogo com Brasil
Horas antes do clássico contra o Brasil pelas Eliminatórias para a Copa de 2010 ganham força entre os jornalistas argentinos presentes em Belo Horizonte os rumores de que a relação entre o meia Riquelme e o atacante Messi não é boa.

EFE

BUENOS AIRES (Argentina) - Até a viagem da equipe comandada por Alfio Basile para o Brasil não havia indícios de problemas no elenco argentino, mas os rumores de "ciúmes" explodiram como bombas horas antes do jogo que será realizado no estádio do Mineirão.

Porém, o presidente da Associação o Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, negou que no último domingo, quando a seleção de seu país empatou em 1 a 1 com o Equador, tenha ido ao vestuário para dizer a Messi que assuma a liderança da equipe no campo, o que também o envolveria no conflito.

"É uma estupidez que não vou desmentir, pois jamais estive no vestuário. Há seis meses que não falo com a imprensa, pois inventam coisas", declarou Grondona.

No entanto, o jornal "Clarín" afirma hoje que o dirigente esteve sim no vestuário argentino antes desta partida.

"É mais uma invenção que me colocam no caminho", afirmou Riquelme em Belo Horizonte ao ser questionado por um jornalista.

Sobre Messi existem rumores de que o jogador do Boca não se sente à vontade com ele.

"Deve ser porque não agrado a muitas pessoas", acrescentou Riquelme ao comentar a suposta "invenção".

Imediatamente, a imprensa argentina lembrou que o ex-jogador do Barcelona e do Villarreal também foi o eixo, recentemente, de um suposto conflito no elenco do Boca quando a equipe acabou desclassificada da Copa Libertadores pelo Fluminense.

Riquelme "está um pouco incomodado", disse à Agência Efe uma fonte da equipe argentina.

Basile não divulgou a escalação do time para a partida contra o Brasil, mas também não deu pistas de que algumas mudanças que deve realizar na equipe que enfrentou o Equador signifique a saída de um dos dois.

Em Buenos Aires chamou a atenção o fato de que o meia Verón, machucado, não tenha viajado para o Brasil, o que fizeram o zagueiro Demichelis, suspenso, e o meia Cambiasso, machucado.

A onda de rumores ganhou força após a decisão de Verón de permanecer na Argentina, que poderia ter sido motivada pela insatisfação do jogador com o ambiente interno da seleção argentina.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo