iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 16:41

Mesmo insatisfeita, torcida promete apoiar seleção de Dunga
A cidade de Belo Horizonte vive e respira Brasil nesta quarta-feira, dia do importante confronto da equipe de Dunga contra a Argentina, em jogo válido pela sexta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo da África do Sul. Depois de perder por 2 a 0 para o Paraguai e sair da zona de classificação para o Mundial (com a vitória uruguaia sobre o Peru), apenas uma vitória poderá selar a paz entre a equipe e os torcedores e dar ao técnico Dunga a tranqüilidade para ter seqüência no trabalho sem o fantasma da demissão.

Gazeta Esportiva

Apoio para que os três pontos venham no duelo desta noite não irá faltar. Os ingressos esgotaram-se em poucas horas e quem garantiu seu lugar promete empurrar Dunga, independentemente do futebol apresentado ter ou não a essência pentacampeã.

“A cidade toda está parada esperando por esse jogo e vamos empurrar o Brasil. Minha esposa ficou na fila dos ingressos das oito da manhã às sete da noite, mas garantiu seu lugar na arquibancada”, comentou Lucas Rodrigues, taxista que trabalha recolhendo passageiros no Aeroporto Tancredo Neves, em Confins.

Nas imediações do Mineirão, palco do duelo da partida, a movimentação também já era grande por volta das 15 horas, quase sete horas antes do início da grande “batalha” dos soldados do técnico Dunga.

O policiamento ostensivo impede a ação dos mais exaltados, mas, a poucos metros do portão principal do estádio, alguns torcedores já faziam a festa regada a cerveja e carne. “Na hora do jogo vai estar todo mundo no ponto para não deixar a Argentina respirar quando pegar a bola”, prometeu o ambulante Jesuíno Heliodoro, cruzeirense fanático e acostumado às grandes decisões.

“Eu estava aqui no último jogo do Brasil contra a Argentina e aquele foi o dia do Ronaldo. Hoje será o dia do Luis Fabiano”, apostou o torcedor, lembrando da última passagem da seleção brasileira pelo estádio Governador Magalhães Pinto, em junho de 2004.

Na ocasião, Ronaldo “Fenômeno” marcou três gols de pênalti e o Brasil bateu a Argentina sem dificuldades, pelo placar de 3 a 1 (Sorin fez o gol argentino), renascendo nas Eliminatórias para a Copa da Alemanha. A torcida mineira espera que nesta quarta-feira sua casa tenha o mesmo efeito sobre os brasileiros.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo