iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 21:30

Dadá aprova mudanças e aposta em redenção do “Imperador”
Confirmada com Adriano no ataque ao lado de Robinho, a seleção brasileira tem tudo para bater a Argentina nesta quarta-feira, no Mineirão, e apagar de vez a péssima impressão deixada na derrota por 2 a 0 para o Paraguai, em Assunção. Quem aposta nisso é um “Rei” do futebol, mas não o “Rei” Pelé.

Gazeta Esportiva

Dadá Maravilha, o “Rei” Dadá, compareceu otimista ao maior clássico entre seleções da América do Sul e mostrou-se satisfeito pela decisão de Dunga em colocar Adriano no time no lugar de Luis Fabiano.

“O Brasil hoje dará a volta por cima. Será o jogo do Imperador, pois os hermanos tremem de medo dele”, apostou o folclórico ex-atacante, lembrando da fama de carrasco dos argentinos que Adriano carrega em seu currículo.

Dadá defendeu a continuidade do trabalho de Dunga na seleção brasileira e não mostrou-se favorável à troca de comando no caso de uma nova derrota no compromisso da noite desta quarta-feira.

“Acho que o Dunga está fazendo um bom trabalho e não merece sair. Além disso, acredito que hoje (quarta) o Brasil vence apertado: 3 a 2, com dois gols do Imperador e um do Mineiro”, arriscou.

Questionado sobre a opinião do outro “Rei”, Pelé, de que a seleção de Dunga tem um esquema de jogo covarde, o ex-atacante foi coerente: “Também não gosto de time com três volantes, mas, contra os argentinos, não podemos facilitar”.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo