iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 19:10

Após vencer o Brasil, Paraguai é goleado pela lanterna Bolívia
Mesmo empolgado com a vitória por 2 a 0 em cima da seleção brasileira, o Paraguai não conseguiu superar a Bolívia (e a altitude de 3.600 metros de La Paz), acabando goleado pelo lanterna das Eliminatórias Sul-americanas por 4 a 2.

Gazeta Esportiva

Realizado no Estádio Hernando Siles, o jogo, válido pela sexta rodada das eliminatórias, trazia dois adversários vivendo momentos diferentes. O Paraguai jogava para confirmar a liderança das seletivas, enquanto a Bolívia buscava não se afundar na rabeira da tabela, já que tinha apenas um ponto conquistado nas últimas cinco rodadas.

Já se preparando para o ar rarefeito de La Paz, o técnico da seleção paraguaia, Gerardo Martino, decidiu fazer alterações em relação ao time que bateu os brasileiros, colocando atletas que atuam no México e em outros países, mais acostumados com a altitude. O atacante Roque Santa Cruz, que passou mal em sua última visita ao país, por exemplo, ficou no banco de reservas.

Mesmo com a disparidade na classificação geral das eliminatórias, os números não se refletiram em campo, pois a Bolívia, mesmo ocupando a última colocação, jogou melhor durante todo o jogo.

A vitória dos bolivianos, mesmo sustentada por um melhor futebol durante todo o jogo, foi construída no espaço de tempo de dois minutos. Aos 22 da primeira etapa, Botero recebeu dentro da área e ignorou os pedidos de impedimento da zaga adversária, chutando por cima do goleiro Bobadilla que, encoberto, apenas observou a entrada da bola. Já aos 24, Ronald Gárcia resolveu arriscar de longe com uma pancada, marcando o segundo e fechando o placar para o time da casa.

Na etapa complementar, com dois a zero contra sua equipe e vendo seus jogadores apáticos em campo, o técnico paraguaio resolveu sacar o atacante Cabañas, que sentia o peso da altitude, colocando Roque Santa Cruz na partida. Não demorou para a mudança surtir efeito: aos 20 minutos, após cobrança de escanteio, o atacante do Blackburn Rovers escorou uma bola de cabeça que só morreria no canto direito do goleiro Arias.

Apesar do esboço de reação do Paraguai, a Bolívia recobrou seu ânimo e menos de cinco minutos depois marcou mais um, o terceiro, quando Bobadilla espalmou uma bola nos pés de Botero, que não perdoou: 3 a 1 para os donos da casa. Aos 30, o atacante Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro, faria o quarto.

O Paraguai ainda descontaria, com um gol de Haedo Valdéz, aos 42, mas a vitória ficou mesmo com o time da casa. Com a vitória e com dois gols a mais no saldo, a Bolívia deixou a última colocação, empurrando o Peru para baixo. Ainda líder, o Paraguai pode descer para a segunda posição, no caso de uma vitória da Argentina sobre o Brasil, no Estádio do Mineirão.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo