iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 09:45

Ameaçado, Domenech assume culpa por vexame francês
O técnico Raymond Domenech se considera o principal responsável pela pífia campanha da França na Eurocopa 2008

Gazeta Esportiva

Eliminado logo na primeira fase com a derrota por 2 a 0 contra a Itália, nesta terça-feira, o treinador lamenta que errou ao não promover mais alterações na base da seleção.

“Perdi a chance de preparar uma equipe para o futuro e para o próximo Mundial. Talvez a culpa seja minha, por falta de comunicação”, explicou Domenech, que despistou quando questionado sobre sua permanência no cargo após o vexame. “Nunca faço comentários sobre este assunto, porque sempre penso no futuro da equipe”.

Mesmo com o técnico desconversando sobre a sua situação à frente da equipe, a Federação Francesa de Futebol (FFF) anunciou nesta quarta-feira que a definição do futuro de Domenech será tomada apenas no dia 3 de julho. A França despediu-se da Eurocopa na lanterna do grupo C, com apenas um ponto e um gol marcado, contra seis sofridos.

Azar: Apesar de admitir a culpa pelo fracasso na Euro, o comandante da França não deixou de ressaltar a falta de sorte que a equipe teve no decisivo duelo frente aos italianos. Logo aos sete minutos de jogo, o meia Ribéry deixou o campo lesionado. Para piorar, o lateral Eric Abidal foi expulso aos 24 minutos do primeiro tempo após pênalti cometido sobre Luca Toni e convertido por Pirlo.

Assim, mesmo com o revés que custou a classificação francesa, Domenech conseguiu elogiar seus comandados. “Estou orgulhoso da forma como os jogadores lidaram com as circunstâncias desta partida, onde tudo o que podia correr mal, correu mesmo mal. Quando se perde um jogador devido a uma lesão e depois outro por expulsão, sofrendo-se no mesmo instante um gol, não é fácil voltar ao jogo. Mas nunca desistimos”, exaltou o treinador.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo