iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/06 - 21:25

Paraguai enfrenta Bolívia na altitude para assegurar liderança
A seleção paraguaia terá, nesta quarta-feira, a oportunidade perfeita para confirmar o bom aproveitamento na rodada dupla das Eliminatórias da Copa do Mundo-2010

Gazeta Esportiva

Depois de bater o Brasil por 2 a 0, a líder da competição enfrenta a Bolívia, última colocada, às 17h10 (de Brasília).

A partida, válida pela sexta rodada da competição, será realizada no Estádio Hernando Siles, em La Paz.

Com apenas um ponto após cinco rodadas, a seleção da Bolívia joga novamente em casa para tentar escapar da difícil situação. Sua grande arma para barrar o líder é justamente a elevada altitude de La Paz, a 3600m acima do nível do mar. Consciente disso, os visitantes sabem que terão de ter atenção especial com este fator.

Por isso, o técnico da seleção paraguaia, Gerardo Martino, já planeja fazer alterações em relação ao time que bateu os brasileiros, colocando atletas que atuam no México e em outros países, mais acostumados com a altitude. O atacante Roque Santa Cruz, que passou mal em sua última visita ao país, por exemplo, deve ser substituído por Santana.

Lesionado, o goleiro Villar é dúvida e pode ser vetado, causando a entrada de Bobadilla. Mudança certa é a saída de Darío Verón, expulso na última partida, para a entrada de Morel Rodríguez, que retorna de suspensão.

“Estou pensando na melhor situação para que a equipe sinta o menos possível os efeitos da altitude. Será um jogo complicado e precisamos pontuar. Por isso, não há mistério e sim a busca pelo melhor, o que nos faz pensar um pouco mais”, afirmou Martino.

Já o anfitrião se encontra em situação desesperadora e precisa conquistar os três pontos para tentar reagir e deixar a última posição, em caso de derrota do Peru para o Uruguai. Depois da derrota para o Chile, por 2 a 0, o elenco comandado pelo técnico Erwin Sánchez treinou com portas fechadas para o pública e a imprensa.

Mais por necessidade do que por opção, o treinador deve promover quatro alterações: Luis Gatty deixa Miguel Hoyos de fora na lateral direita; Joselito Vaca e Joaquín Botero assumem os lugares de Limberg Gutiérrez e Lorgio Alvarez no meio. Para o ataque, Ronald García ganha a vaga do ex-corintiano Arce ao lado de Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro.

Com essas alterações, Sánchez espera conseguir barrar o melhor ataque das Eliminatórias, que conta com o perigoso Cabanas, jogador do América-MEX e acostumado a jogar na altitude. Caso a defesa não tenha sucesso, nova derrota pode causar a demissão do treinador boliviano.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA X PARAGUAI


Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (Bolívia)
Data: 18 de junho de 2008 (Quarta-feira)
Horário: 17h10 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba (Brasil)
Assistentes: Alessandro Rocha e Altemir Hausmann (ambos do Brasil)

BOLÍVIA: Galarza; Ribeiro, Luis Gutiérrez, Raldes, Abdón Reyes; Leonel Reyes, García, Joaquín Botero, Joselito Vaca; Marcelo Moreno Ronald García
Técnico: Erwin Sánchez

PARAGUAI: Aldo Bobadilla (Justo Villar); Bonet, Júlio César Cáceres, Paulo Da Silva, Morel Rodríguez; Vera, Víctor Cáceres, Santana, Riveros; Cabañas e Haedo
Técnico: Gerardo Martino.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo