iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/06 - 21:02

Palmeiras admite que salários estão atrasados
A diretoria do Palmeiras e os jogadores se reuniram nesta terça-feira para discutir a premiação para o Campeonato Brasileiro, que será paga por metas. Mas este não foi o único assunto debatido.

Agência Estado

O atraso no pagamento de salários e luvas também esteve na pauta do encontro. Os jogadores estão há uma semana sem receber os rendimentos referentes ao mês de maio, como revelou o gerente de futebol do Palmeiras, Toninho Cecílio.

"Houve um desequilíbrio no fluxo de caixa. São questões operacionais, mas espero que até segunda ou terça-feira o assunto esteja resolvido", afirmou Toninho Cecílio, que não quis detalhar a situação financeira palmeirense. "Desde o ano passado, estamos reequilibrando as contas do clube. Em 2007, chegamos a atrasar os salários um mês e meio. Era algo mais freqüente. Agora, não. E é a primeira vez que isso acontece esse ano."

Os jogadores disseram que, por enquanto, não se importam com o atraso de salário. Eles elogiaram a postura da diretoria palmeirense, que expôs os problemas do clube. "Isso não nos preocupa. Nossa diretoria é competente e se comprometeu a pagar logo, em dois ou três dias", disse Léo Lima.

Toninho Cecílio reconheceu que a venda de algum atleta melhoraria muito a situação financeira do clube, mas disse que não conta com isso para um ajuste de contas. "Trabalhamos com a hipótese de não vender ninguém", disse o dirigente.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo