iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/06 - 17:44

Itália vence França e conquista classificação
De maneira sofrida, a Itália ressuscitou na Eurocopa e conseguiu seu lugar nas quartas-de-final da competição. Nesta terça-feira, a seleção de Roberto Donadoni derrotou a França por 2 a 0 em Zurique, e conseguiu a segunda vaga do Grupo C do torneio continental graças à combinação de resultados na última rodada da chave.

Gazeta Esportiva

Aos italianos, não bastava levar a melhor no confronto direto contra os franceses, na reedição da final da Copa do Mundo de 2006. Depois de perder para a Holanda e empatar no sufoco com a Romênia, a Squadra Azzurra dependia de uma vitória dos holandeses sobre os romenos nesta terça. E ela veio, também com placar de 2 a 0.

Desta forma, a Itália se garantiu com quatro pontos, dois a mais que a surpreendente Romênia. Durante o jogo, a França ainda conseguiu equilibrar, mas sofreu com um apagão nos primeiros 45 minutos e pagou o preço: desestabilizou-se, teve jogador expulso e praticamente não atacou. Acabou amargando a eliminação.

A França até começou dominando as ações, mas sofreu por não conseguir deter as boas ações do ataque italiano – logo aos três minutos, Luca Toni perdeu chance sozinho na entrada da área. Para piorar, o técnico Raymond Domenech perdeu Ribéry, seu principal homem de ligação com o ataque, logo aos nove minutos de jogo, após dividida com Zambrotta na defesa. Perdidos em campo, os franceses tinham dificuldades para atacar.

Quem levou a melhor com isso foi a Azzurra, que abriu o placar aos 24 minutos. Luca Toni recebeu lançamento na área e foi derrubado por Abidal, que recebeu o cartão vermelho por ser o último homem. Pirlo converteu e deu início a uma seqüência de tentativas contra o gol francês. Em cinco minutos, os tetracampeões mundiais tiveram pelo menos quatro boas chances na cara do gol – uma com De Rossi e três com Luca Toni, que chegou a escorar de calcanhar um cruzamento de Zambrotta. Para fora.

Porém, com dificuldades, a França juntou os cacos e saiu de trás. Graças a Benzema e Henry, os Bleus também conseguiram quatro boas chances. Porém, o atacante de Barcelona mandou pela linha de fundo a melhor delas, aos 36. Em vantagem, os italianos tinham dificuldades para atacar, e só voltaram a assustar no primeiro em cobrança de falta de Fabio Grosso, que explodiu no pé da trave aos 43.

Após o intervalo, os dois times voltaram a tocar bola no meio-campo, mas sem objetividade. A França chegou a assustar aos quatro minutos, em bola que de Benzema que foi por cima do gol. No entanto, foi a Itália quem conseguir chegar ao gol, em cobrança de falta da intermediária de De Rossi aos 21 – a bola desvia em Henry e tira Coupet do lance, praticamente selando a classificação da atual campeã mundial.

Batida, a França só ameaçou novamente aos 29 minutos, em bola que Benzema recebeu passe pela, girou e bateu da entrada da área, obrigando Buffon a trabalhar novamente. Os italianos, que tiveram a chance de ampliar em duas boas cabeçadas de Luca Toni, apenas tocavam bola no ataque, esperando o fim do jogo sem se arriscar. Porém, no último lance, o atacante ainda conseguiu colocar uma bola na trave da França – sem, no entanto, alterar o 2 a 0.

O resultado, que classificou a desacreditada Itália, colocou o time de Roberto Donadoni frente a frente com uma das sensações da Eurocopa: a Espanha, que já garantiu o primeiro lugar do Grupo D. O duelo acontece no domingo, às 15h45 (horário de Brasília), em Viena. Já a Holanda, que passou em primeiro lugar pelo difícil Grupo C, pega o vencedor do duelo Suécia x Rússia.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo