iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/06 - 21:05

Com três de Forlán, Uruguai goleia Peru e encosta no Brasil
O Uruguai não poderia desejar maneira melhor de se reabilitar nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010

Gazeta Esportiva

 A equipe celeste, que havia apenas empatado por 1 a 1 com a Venezuela na última partida, viu seu melhor jogador, Pablo Forlán, marcar três gols na goleada sobre o Peru por 6 a 0 e assim se aproximou da zona de classificação para o Mundial da África.

Com o resultado, o Uruguai chega aos mesmos oito pontos do Brasil, mas leva desvantagem no confronto direto (perdeu por 2 a 1) e por este motivo é o quinto colocado, uma posição atrás do selecionado brasileiro.

Já o Peru vê sua situação, que já era grave, piorar, uma vez que ocupa a penúltima colocação com nove pontos e pode ser ultrapassado pela última colocada Bolívia, que joga nesta quarta-feira com o líder Paraguai.

Na próxima rodada, o Uruguai enfrentará a Colômbia fora de casa, enquanto o Peru recebe a Venezuela tentando melhorar sua situação na competição.

O jogo:Jogando em casa e precisando da vitória para não se distanciar da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2010, o Uruguai buscou o ataque desde o início da partida.

Tanto que logo aos oito minutos, Diego Forlan recebeu ótimo lançamento e, com a perna esquerda, deu um leve toque para encobrir o goleiro Butron, fazendo 1 a 0 para os donos da casa.

Após o gol, o Peru tento esboçar uma reação e aos 14 minutos o botafoguense Castillo impediu o gol dos peruanos, fazendo uma boa defesa.

Depois de um começo movimentado, os times diminuíram o ritmo, mas o Uruguai continuava dominando a partida e quase fez o segundo gol aos 23 minutos, quando Forlán aproveitou um rebote e chutou para uma boa defesa do goleiro peruano.

Aos 35 minutos um lance polêmico. Após cobrança de escanteio, no tradicional agarra-agarra dentro da área, Guerrero segurou Godín e o árbitro marcou pênalti para o desespero do jogador peruano.

Forlán partiu para a cobrança e fez 2 a 0 para o Uruguai aos 37 minutos, que terminou a primeira etapa com uma boa vantagem.

A vantagem que já era boa ficou ainda maior aos 11 minutos da segunda etapa, quando após um chute mascado, a bola sobrou para Fórlan cabecear, marcar seu terceiro gol na partida e o seu quarto nas eliminatórias, igualando-se ao argentino Riquelme na artilharia da competição.

O domínio uruguaio era total e o quarto gol não demorou a sair. Aos 16 minutos, Fórlan cobrou escanteio e Carlos Bueno subiu livre para cabecear e marcar mais um.

Tranqüilo na partida, o Uruguai quase marcou mais um, com Godin, que livre cabeceou para fora. Dois minutos depois, Bueno teve a chance de fazer seu segundo gol, mas parou no goleiro Butron.

Contudo, Bueno não desperdiçaria outra chance. Aos 23 minutos, o atacante do Peñarol tabelou com Cristian Rodriguez e tocou na saída do goleiro peruano.

Apesar da goleada, o Uruguai continuava no ataque e Forlán perdeu uma grande chance aos 29 minutos. Já nos acréscimos Sebástian Abreu chutou da entrada da área e encerrou o massacre uruguaio, marcando o sexto gol.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo