iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/06 - 22:26

Juvenal: 'Nunca pensei em demitir o Muricy'
O São Paulo viveu um momento de turbulência após a precoce queda na Libertadores da América. O maior alvo: o técnico Muricy Ramalho, que voltou a responder sobre a possibilidade de deixar o Morumbi.

Gazeta Esportiva

Só que o presidente do Tricolor, Juvenal Juvêncio, esclareceu que, em nenhum momento, cogitou a mudança na comissão técnica.

'O Muricy é um profissional sério, que gosta do clube. Eu sempre procuro trabalhar com a razão. Em nenhum momento pensei em demitir o nosso técnico', explicou o presidente são-paulino na noite desta segunda-feira.

No ano passado, Juvenal Juvêncio reconheceu que sofreu pressão para tirar Muricy Ramalho do clube após a eliminação na Libertadores e alguns tropeços no Brasileiro. Ele bancou o treinador. Neste ano, o dirigente revela que teve o apoio das pessoas mais próximas em sua decisão. 'Aqueles que gostam de mim procuraram compreender'.

A confiança de Juvenal Juvêncio no trabalho de Muricy Ramalho é indiscutível. Tanto que, no começo deste ano, o dirigente antecipou a renovação de contrato do treinador. Agora, o vínculo entre as duas partes tem duração até o final de 2009.

Muricy Ramalho também fez questão de elogiar a participação de Juvenal Juvêncio junto ao elenco. Antes da goleada contra o Atlético-MG, o presidente esteve pessoalmente no campo do CT da Barra Funda acompanhando a um treino. O técnico acredita que a presença do dirigente ajudou na reação dos atletas.

'Os jogadores só precisavam de um pouco de confiança, pois são eles que decidem. Depois da Libertadores, ficamos separados e não foi legal. A gente se uniu, o Juvenal e eu, e agora o São Paulo é candidato ao título brasileiro', comemorou Muricy Ramalho.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo