iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/06 - 18:50

José Mourinho apóia Felipão no “seu” Chelsea
A contratação de Luiz Felipe Scolari como técnico do Chelsea ganhou a aprovação de quem ocupou o posto por mais de três anos: José Mourinho. A assessoria do ex-comandante da seleção brasileira fez questão de divulgar o apoio do treinador português, hoje à frente da Inter de Milão, a Felipão em coluna no Diário de Notícias , de Lisboa.

Gazeta Esportiva

Tido na imprensa internacional como desafeto do técnico pentacampeão mundial, Mourinho não fez elogios diretamente ao desempenho do novo manager dos Blues, mas ressaltou que não se deve criticar o fato de a notícia do acerto ter sido divulgada durante a Eurocopa.

“Como podia um superclube como o Chelsea estar publicamente sem treinador durante mais tempo? Como poderia Scolari exigir ao seu novo patrão silêncio até ao fim da Euro? Nem pensar. (…) Para mim foi tudo normal e ainda que vozes se levantem se Portugal for eliminado pela Alemanha, penso que Scolari agiu naturalmente. (…) Será treinador do Chelsea a partir do dia em que a Euro terminar para Portugal, é o treinador de Portugal até ao final da Euro, quer ganhar hoje como queria ontem, não acredito que esteja a estudar inglês quando deveria ver vídeos e a analisar a Alemanha”, discursou.

A defesa a Felipão continuou com a constatação de que o salário oferecido pelo clube inglês é irrecusável. “Quem pode criticar a decisão de Scolari? (…) A Premiership e o poder econômico do clube são fortes de mais para que a FPF (Federação Portuguesa de Futebol) pudesse argumentar. (…) tinha uma proposta melhor economicamente, um projeto desportivo enorme, a impossibilidade de adiar ou esconder a sua escolha”.

Em meio ao apoio a Felipão, técnico da Inter, que assumirá na Itália sua primeira equipe apos a saída do time londrino em 2007, revelou amar a agremiação chefiada por Roman Abramovich. “Pela minha parte, dou-lhe (a Scolari) os parabéns pelo trabalho que aqui realizou e desejo-lhe muita sorte no ‘meu’ Chelsea, que será sempre ‘meu’ e estará sempre no meu coração... Exceto se o sorteio da Champions nos puser frente a frente”, comentou.

Com o Chelsea à parte, Mourinho aproveitou para ironizar os boatos em torno de possíveis contratados para a Inter de Milão e culpa empresários, clubes e jogadores de querer se valorizar com seu nome.

“Outro aspecto engraçado que me veio ao pensamento foi a lista interminável de jogadores que o ‘meu’ Inter quer contratar. Incrível! Cada dia é um novo. Cada empresário que quer promover um jogador seu no mercado lá divulga que ‘o Inter quer fulano de tal’. Cada clube que quer vender um jogador lá faz constar que ‘Mourinho falou com o jogador X’. Cada jogador que quer renovar contrato e otimizar as suas condições lá deixa escapar”, relacionou, chegando a tirar sarro de quem coloca até nomes desconhecidos em sua lista de pretendidos.

“Sou um profissional informado e rodeado de uma estrutura forte, que até há nomes que nem conheço... Pasmo quando leio que estou interessado num jogador do Burkina Faso (…) Pasmo quando vejo escrito que ‘Mourinho falou com Corretja, empresário de Xavi’, quando eu apenas conheço um Corretja, o tenista”, afirmou.

“Eto'o, Deco, Xavi, Quaresma, Mancini, Konko, Diarra, Gerard, Joaquin, Ashley Cole, Essien, Drogba, Carvalho, Lampard, mais um holandês e um francês... são nomes atrás de nomes, sem parar. Mais tarde, no final da história, vão aparecer uns a dizer que ‘não fui porque não quis, porque preferi ir para ali’, outros com declarações do tipo ‘amo muito o meu clube e decidi não ir’ e alguns a asseverar que não foram porque ‘não gosto muito da Série A e além disso em Milão o Inverno é frio’ e ainda outros, mas estes menos, a alegar que não foram porque ‘não me pagavam o que eu queria’”, continuou.

Sobre a seleção portuguesa, Mourinho minimizou a derrota para a Suíça, no domingo, e diz estar ansioso para ver seus compatriotas na Euro diante da Alemanha, nas quartas-de-final, quinta-feira, além do clássico sul-americano entre Brasil e Argentina, quarta-feira, no Mineirão, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo