iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/06 - 11:20

Imprensa paraguaia exalta Cabañas. Argentinos se animam.
Os jornais do Paraguai fizeram grande festa em suas edições desta segunda-feira, um dia depois de a seleção do país bater o Brasil por 2 a 0 em Assunção e disparar na liderança das Eliminatórias para a Copa do Mundo, abrindo três pontos para a vice-líder Argentina.

Gazeta Esportiva

A imprensa local valorizou a atuação convincente do time, em especial do atacante Cabañas, que vem ganhando a fama de carrasco de brasileiros.

O diário ABC escreve que o time da casa “jogou com autoridade” após “chegar pela primeira vez na condição de favorito contra os brasileiros”. A publicação escolheu Cabañas o melhor em campo. “O ‘gordinho’ deu assistência para Santa Cruz e marcou o segundo gol, voltando a estremecer o futebol brasileiro, como fez na Libertadores da América com o América do México contra o Santos e o Flamengo”, relembrou.

O Ultima Hora, por sua vez, segue linha parecida com a do concorrente. “Em uma grande partida, a seleção paraguaia derrotou o Brasil por 2 a 0, com gols de Roque Santa Cruz e do carrasco dos brasileiros, Salvador Cabañas. Mais que nunca, a 'Albirroja' demonstra que é a favorita, manda em casa e é líder absoluta das Eliminatórias Sul-americanas com 13 pontos', comemora o jornal.

O La Nación também não ficou para trás e exaltou a campanha do time no qualificatório para o Mundial da África do Sul. “O Paraguai vê pelo retrovisor nove seleções, que, sem convencer, tentarão se recuperar na sexta rodada das Eliminatórias”, afirmou o diário. “Quatro triunfos e um empate em cinco partidas, onze gols marcados e apenas um sofrido, resumem a campanha da equipe, que viaja tranqüila a La Paz para jogar contra a Bolívia (nesta quarta-feira)”, emendou.

O segundo vexame seguido dos comandados do técnico Dunga também foi festejado na Argentina, próxima adversária do Brasil no qualificatório. Famoso por aumentar a polêmica às vésperas do clássico sul-americano com provocações aos brasileiros, o diário Olé não se esqueceu de ironizar o tropeço da equipe verde-amarela, apesar de a seleção local também não ter jogado bem neste domingo: apenas empatou com o Equador, nos acréscimos, em Buenos Aires.

'Se a Argentina mostrou pouco ou nada diante do Equador, o Brasil não mostrou nada', disparou o diário esportivo, que criticou o desempenho da defesa brasileira e chamou os jogadores de marqueteiros. “Com uma noite medianamente inspirada, Agüero e Messi devem fazer uma festa'', completou o Olé, projetando um jogo tranqüilo para os visitantes na próxima quarta-feira, no Mineirão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo