iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/06 - 16:02

Após saída de Fernandão, Tite aguarda chegada de reforços
A saída do técnico Abel Braga e do ídolo Fernandão deu início a um processo de reformulação no Internacional. Enquanto a equipe tenta resgatar seu favoritismo no Brasileirão, a diretoria trabalha nos bastidores em busca de novas contratações para reforçar o elenco do técnico Tite.

Gazeta Esportiva

Por isso, o treinador pediu paciência à torcida, enquanto isso acontece.

“Nossa torcida precisa entender que o clube atravessa uma difícil transição. O Fernandão é insubstituível. Cada um tem seu jeito, sua contribuição. E é assim que vamos passar este momento”, disse o comandante ao Zero Hora, após a saída do principal ídolo colorado.

O possível chegada de novos atletas já foi discutida pelo treinador junto à diretoria e só deve acontecer caso sejam reforços de peso. As especulações apontam para nomes como o jovem Ramon, atacante de 20 anos, pertencente ao CSKA; o matador Ricardo Oliveira, do Saragoza ou mesmo o retorno de Rafael Sobis, que está no Bétis.

“Já conversamos a respeito de reforços para o grupo. Não vamos citar nomes porque isso valoriza. Quem vale R$ 100 mil acaba pedindo R$ 120 mil. Estamos analisando o mercado nacional e estrangeiro. Tem que ser alguém já confirmado. Se é para trazer um atleta médio, é melhor apostar nas categorias de base”, disparou Tite, em declaração à Rádio Gaúcha.

Dinheiro para investir não deverá ser uma barreira para novas contratações no Colorado. Além dos R$ 8,8 milhões recebidos por Fernandão, o clube ainda deverá receber mais R$ 12,5 milhões pela venda do zagueiro Sidnei, de apenas 18 anos, ao Gestifute, grupo de investidores portugueses.

“Peço um voto de confiança ao torcedor. Nos últimos anos, sempre que vendemos jogadores, conseguimos repor peças que fizeram o time crescer mais ainda. Foi assim na transição do time da Libertadores para o do Mundial. E será assim novamente”, disse confiantemente o ex-presidente e atual assistente de futebol, Fernando Carvalho, ao Zero Hora.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo