iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/06 - 11:30

À espera de Cafu e Luciano Henrique, Cuca inicia 'faxina'
Ainda sem vitória no comando do Santos, o técnico Cuca espera colocar a casa em ordem nos próximos dias. Para isso, quer 'desinchar' o atual elenco que tem em mãos e, ao mesmo tempo, aumentar a qualidade de seu grupo de trabalho.

Gazeta Esportiva

O primeiro passo para tentar colocar o Peixe nos eixos já está sendo dado: além de 'rebaixar' os juniores Paulo Henrique, Anderson Sales, Filipi e Alemão, o treinador colocou em disponibilidade três atletas que não lhe interessam para a seqüência da temporada e poderão ser usados como moeda de troca.

Um deles trará benefícios financeiros ao clube: Evaldo. Contratado junto ao futebol japonês por indicação de Emerson Leão, o zagueiro recebe mais de R$ 100 mil mensais de salário e nunca correspondeu às expectativas, sendo mandado para a 'geladeira' pelo próprio Leão.

Além de Evaldo, Cuca também abriu mão do argentino Mariano Trípodi e do meia Vitor Júnior. Este último, aliás, poderá ser mandado de volta ao seu ex-clube, o Sport Recife, em troca de Luciano Henrique, herói do título da Copa do Brasil e objeto de cobiça de Cuca desde os tempos em que o treinador trabalhava no São Paulo.

Outro que está na mira de Cuca é Cafu. O treinador confirmou que já telefonou para o pentacampeão e espera apenas uma resposta para que o ex-jogador do Milan aceite ocupar a lateral direita do Alvinegro.

Michael e Apodi: Outras duas negociações estão em andamento. Michael, ex-Palmeiras, deve responder nas próximas horas se aceitará jogar pelo Santos ou pelo Flamengo. Para contar com o jogador, o Peixe oferece o zagueiro Betão ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

Com relação a Apodi, do Cruzeiro, falta apenas o acerto entre Carlinhos e a Raposa para que o lateral-direito possa desembarcar na Vila Belmiro. O lateral-esquerdo do Peixe não está muito animado em trocar de clube, pois ficará livre ao final de seu contrato, em agosto.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo