iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/06 - 17:55

Turquia vira sobre a República Tcheca no fim e se classifica
A Turquia garantiu a sua classificação às quartas-de-final da Eurocopa sem precisar de uma inusitada disputa de pênaltis ainda na primeira fase. Em jogo épico, o time bateu a República Tcheca por 3 a 2 de virada, em Genebra, e garantiu o segundo lugar do Grupo A, com seis pontos, mesmo número que a líder Portugal, que levou vantagem no critério de desempate confronto direto.

Gazeta Esportiva

Já os tchecos terminaram em terceiro da chave, com três.

Com campanhas idênticas após as duas primeiras rodadas da chave, tchecos e turcos decidiram em cobranças de penalidades máximas a vaga na próxima fase em caso de empate no duelo deste domingo. No entanto, com dois gols do experiente Nihat no fim do jogo, a Turquia conseguiu o resultado histórico que lhe dá o direito de encarar nas quartas o primeiro colocado do grupo B, que será conhecido nesta segunda-feira.

Os comandados de Karel Brückner partiram para cima no início do jogo, mas enfrentavam dificuldades para vencer a zaga turca. Assim, o jeito foi arriscar de fora da área: Matejovsky, a um minuto, e Plasil, aos cinco, chutaram de longe, mas não levaram perigo ao gol de Volkan Demirel. Já aos nove, o atacante gigante Koller, de 2,02 metros, subiu mais que a defesa e cabeceou para fora.

A partir dos dez minutos, a Turquia saiu mais para o jogo, apostando principalmente nas jogadas pelas laterais. Porém acabou deixando mais espaços atrás e quase sofreu gol aos 15, quando Matejovski exigiu boa defesa de Demirel. Em seguida, o time de Fatih Terim respondeu: Servet Cetin cabeceou e exigiu a primeira intervenção de Petr Cech.

O perigoso jogo aéreo da República Tcheca acabaria dando resultado aos 33 minutos: Grygera cruzou da direita e Koller aproveitou a sua estatura elevada, ganhou no alto e desferiu uma forte cabeçada, sem chances para Demirel. Antes do fim do primeiro tempo, os tchecos perderam Matejovski, lesionado, mas levaram a vantagem mínima para o vestiário.

Atrás do marcador, os turcos voltaram para o segundo tempo em busca do empate; Logo aos sete minutos, Tuncay Sanli cabeceou com violência, mas Cech fez linda defesa. O susto, porém, não abalou os tchecos, que ampliariam na seqüência.

Aos 16 minutos, Sionko cruzou com precisão e Plasil desviou de carrinho para o fundo das redes: 2 a 0. A Turquia, então, não se rendeu e partiu para cima em busca da incrível virada. Sanlin, aos 22, finalizou livre, mas novamente parou em Cech. Logo depois, o troco: Polák aproveitou a sobra e acertou a trave.

A recuperação histórica da Turquia começou a ser construída aos 29 minutos, quando Altintop cruzou rasteiro e Arda Turan desviou no canto para descontar. Insatisfeito, Karel Brückner fez duas alterações na sua equipe, mas não evitou o pior. Aos 41, Altintop cruzou, Cech saiu muito mal e Nihat só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

Dois minutos depois, o gol que definiria a épica virada turca. Nihat tornou-se herói nacional ao aproveitar assistência de Arda Turan e virar uma partida que parecia perdida. Antes do final do jogo, o goleiro Volkan Demirel acabou expulso por agressão a Kadlec. Nada, porém, que contivesse a alegria da torcida turca, que comemorou com grande festa a classificação histórica.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo