iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/06 - 19:09

Brasileiros minimizam falta de qualidade técnica em Assunção
Sem Kaká e Ronaldinho Gaúcho, a seleção brasileira encontra dificuldades nas últimas apresentações para jogar com brilho. O time pentacampeão mundial - conhecido pela classe de seus representantes - já havia decepcionado nos amistosos contra Canadá e Venezuela.

Gazeta Esportiva

Neste domingo, entrou em campo com três volantes e foi facilmente derrotado pelo Paraguai, em Assunção.

”Hoje (domingo), o Brasil não conseguiu ser o Brasil que é. Não conseguiu impor seu jogo”, admitiu o meio-campista Júlio Baptista, que entrou em campo na etapa complementar e foi mais um a frustrar os torcedores.

A expectativa era de uma melhora dos brasileiros no segundo tempo do jogo contra o Paraguai, que teve um jogador expulso pouco depois do intervalo. A partir daí, apenas chutes de fora da área deram trabalho ao goleiro Villar.

Mesmo assim, a ordem na seleção é sair em defesa dos meio-campistas e atacantes. Os jogadores acreditam que a equipe pode mostrar um futebol totalmente diferente já na próxima partida das Eliminatórias, quarta-feira, contra a Argentina, no Mineirão.

“A gente não é carente de criação, temos o Diego, o Robinho. Especificamente hoje não conseguimos criar essas jogadas. O Paraguai marcou bem, não deixou a gente sair jogando”, analisou o lateral-esquerdo Gilberto.

Para Robinho, jogador de quem a torcida sempre espera lances de efeito, a seleção brasileira sofreu um banho de água fria ao tomar o segundo gol logo depois da expulsão de um adversário.”Acho que nossos jogadores têm qualidade. Pensei que íamos melhorar no segundo tempo, mas levamos o gol logo após o cartão vermelho mostrado ao paraguaio”, lamentou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo