iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/06 - 11:45

Turquia e República Tcheca decidem vaga às quartas-de-final da Eurocopa
Turquia e República Tcheca decidem amanhã, às 15h45 de Brasília, no Stade de Genève, em Genebra, a última vaga do grupo A às quartas-de-final da Eurocopa.

EFE

E a partida poderá ter uma grande novidade: uma disputa de pênaltis poderá garantir o classificado, já que as duas seleções estão exatamente iguais em todos os critérios. Assim, os goleiros podem ser destaques do jogo.

O tcheco Peter Cech é um especialista no assunto. Na decisão por pênaltis na final da Liga dos Campeões, ele conseguiu defender a cobrança do meia-atacante Cristiano Ronaldo, do Manchester United.

Já o goleiro Volkan Demirel não fica atrás. Pelo Fenerbahçe, ele defendeu três penalidades nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões, contra o Sevilla.

A Turquia tem a chance de passar pela primeira vez da fase de grupos numa Eurocopa. Entretanto, a má apresentação diante de Portugal, quando pouco chutou a gol, e a vitória apertada sobre a Suíça, com um gol no fim do jogo, geraram muitas críticas à equipe do treinador Fatih Terim.

O técnico terá de recompor o meio-campo, pois não terá Tumer e Metin Emre, lesionados. Com isso, a responsabilidade de criar jogadas será de Kazim Kazim e do brasileiro naturalizado turco Mehmet Aurélio.

Já a República Tcheca tem se mostrado mais consistente.

Entretanto, o outrora elogiado setor defensivo é o que mais preocupa o treinador Karel Brückner. A equipe foi bastante criticada pelos três gols sofridos diante de Portugal, que poderia ter feito mais devido aos erros de marcação.

Caso opte pelo sistema 4-4-2, Brückner deve escalar no ataque o veterano Jan Koller e Milan Baros, que não vem tendo boas atuações.

O próprio treinador já declarou que pretende vencer o jogo nos 90 minutos e está confiante em conseguir um bom resultado contra a Turquia.

"Não vamos adotar uma postura tática para chegarmos empatados no final e nos classificarmos numa disputa de pênaltis. Queremos decidir durante o tempo regulamentar", comentou.

Em jogos entre os dois países, os tchecos continuam invictos, apesar de jamais terem se enfrentado em competições oficiais. A equipe disputou quatro amistosos com a Turquia e obteve três vitórias e um empate, 13 gols a favor e três contra.

O último jogo foi disputado em 1º de março de 2006, na cidade turca de Izmir, e terminou com empate em 2 a 2. Naquela ocasião, os tchecos abriram o placar com gols de Karel Poborsky e Jiri Stajner, mas Umit Karan empatou o placar marcando duas vezes nos acréscimos.

A Turquia também não teve retrospecto muito melhor diante da extinta Tchecoslováquia, com apenas uma vitória - em 1958 -, dois empates e sete derrotas em dez partidas entre 1924 e 1981.

Prováveis escalações: Turquia: Volkan; Altintop, Servet, Emre Asik e Hakan; Kazim Kazim, Mehmet Aurélio, Arda e Mevlut; Nihat e Tuncay. Técnico: Fatih Terim.

República Tcheca: Cech; Grygera, Ujfalusi, Jankulovski e Rozehnal; Jarolim, Polak, Plasil e Sionko; Baros e Koller. Técnico: Karel Brückner.

Árbitro: Peter Fröjdfeldt (SUE), auxiliado por seus compatriotas Stefan Wittberg e Henrik Andren.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo