iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/06 - 10:35

Imprensa reconhece que só um "milagre" mantém Itália na Eurocopa
A imprensa italiana disse hoje que a seleção do país precisará de um "milagre" para poder avançar às quartas-de-final da Eurocopa, pois complicou sua situação com o empate em 1 a 1 diante da Romênia.

EFE

ROMA (Itália) - A publicação esportiva "Gazzetta dello Sport" teve como destaque "São Buffon mantém viva a Itália", em referência ao pênalti defendido pelo goleiro no segundo tempo, que garantiu o empate e as chances de avançar.

O "La Repubblica" também preferiu exaltar a atuação do goleiro: "Buffon salva a Itália e agora é preciso um milagre", disse a publicação.

Já o "Tuttosport" publicou a manchete "Holanda, seja honesta", pedindo à seleção que derrote a Romênia em sua última partida - o que ajudaria a Itália a avançar, mas desde que bata a França.

O jornal "Corriere dello Sport", por sua vez, se mostrou mais pessimista e teve como manchete "Pequena Itália, estás quase fora".

A imprensa italiana ainda reclamou que a arbitragem teria invalidado um gol legítimo de Luca Toni nos acréscimos da partida.

Os jornais lembraram o polêmico lance do gol de Ruud Van Nistelrooy na primeira partida, quando o árbitro validou o lance ao considerar que Christian Panucci, caído fora dos limites do campo, dava condição ao atacante holandês.

Mesmo assim, nem a atuação do árbitro serve de desculpa.

"Deixando de lado a arbitragem, nos resta a imagem de uma Itália inadequada, fruto de erros de projeto. Ontem houve melhora, mas não se pode chegar improvisando a uma partida da Eurocopa", disse o "Corriere dello Sport". EFE ccg/dp

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo