iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/06 - 13:05

Eliminada, Suíça quer se despedir como anfitriã da Eurocopa vencendo Portugal
A Suíça, uma das anfitriãs da Eurocopa, entra em campo amanhã no St. Jakob-Park da Basiléia, às 15h45 de Brasília, querendo se despedir do torneio com uma vitória sobre a seleção portuguesa do técnico Luiz Felipe Scolari, já garantida nas quartas-de-final.

EFE

Após perderem as duas primeiras partidas, os suíços querem deixar a Eurocopa conquistando sua primeira vitória na competição em toda a história.

Em três Eurocopas disputadas - jogou também as de 1996, na Inglaterra, e 2004, em Portugal -, a seleção tem seis derrotas e dois empates.

Contra os portugueses, a Suíça não poderá contar com os atacantes Derdiyok, Frei e Streller, todos machucados.

O jogo também marcará a despedida do técnico Kobi Kuhn do comando da Suíça. Ele deixará o cargo após sete anos de trabalho, dando lugar ao alemão Ottmar Hitzfeld, ex-Bayern de Munique, a partir de 1º de julho.

Já nas quartas, os portugueses tentarão manter os 100% de aproveitamento na competição. Entretanto, o assunto que predominou nos últimos dias foi a contratação de Felipão pelo Chelsea.

O anúncio foi feito pelo site oficial do clube inglês na quarta-feira, logo após a partida entre Portugal e República Tcheca e desviou as atenções de grande parte da imprensa.

No jogo de amanhã contra os suíços, o treinador deve escalar uma equipe com poucos titulares, para que possa fazer alguns testes e poupar atletas que vem de uma desgastante temporada, e evitando lesões.

Apesar de tudo, os jogadores à disposição de Felipão encaram o jogo como uma chance de demonstrar sua qualidade em torneio tão importante como é a Eurocopa, e sabem como a falta de compromisso de dedicação desagrada ao treinador.

Independente do resultado deste jogo, a Suíça continuará sendo a última colocada do grupo A. Da mesma forma, Portugal não pode ser alcançado no primeiro posto.

Prováveis escalações: Suíça: Benaglio; Lichsteiner, Müller, Senderos e Magnin; Behrami, Inler, Fernandes e Barnetta; Volanthen e Yakin. Técnico: Kobi Kuhn.

Portugal: Ricardo; Miguel, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Jorge Ribeiro; Raúl Meireles, Fernando Meira, Miguel Veloso, Nani e Hugo Almeida; Quaresma. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Árbitro: Konrad Plautz (AUT), auxiliado por seus compatriotas Egon Bereuter e Markus Mayr.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo