iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/06 - 15:03

Uruguai recebe Venezuela e quer recuperação nas Eliminatórias da Copa de 2010
O Uruguai recebe a Venezuela neste sábado, no Estádio Centenário de Montevidéu, às 16h de Brasília, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2010, tentando se recuperar na tabela contra um rival embalado pela recente vitória histórica de 2 a 0 sobre o Brasil.

EFE

Além disso, os uruguaios querem a revanche da humilhante derrota de 3 a 0 sofrida no mesmo Centenário para os venezuelanos nas Eliminatórias para a Copa de 2006.

Para o Uruguai, a partida é a chance de se recuperar do mau início no torneio. Nas quatro partidas que disputou até agora, a equipe venceu uma (5 a 0 sobre a Bolívia, em casa, na estréia), empatou outra (2 a 2 com o Chile) e perdeu duas (1 a 0 para o Paraguai e 2 a 1 para o Brasil).

Os bicampeões do mundo ocupam o sexto lugar na tabela, com quatro pontos. Apesar de ter jogado bem nas duas derrotas, a colocação ruim preocupa o técnico Oscar Tabárez, que deverá escalar três atacantes.

O treinador e vários jogadores concordam que as vitórias diante dos venezuelanos e dos peruanos, adversários do Uruguai em Montevidéu no dia 17, são consideradas "fundamentais para respirar melhor".

"Duas vitórias certamente nos permitirão subir na classificação, especialmente porque algumas das seleções que estão acima de nós jogarão entre si", afirmou o atacante Sebastián Abreu, que acaba de conquistar o torneio Clausura do Campeonato Argentino com o River Plate.

O único desfalque certo no Uruguai é o meia Cristian Rodríguez, que cumpre um jogo de suspensão, por acumular dois cartões amarelos.

O mau estado do gramado do Estádio Centenário preocupa os uruguaios. Segundo o atacante Luís Suárez, "o campo está ruim, tem buracos, está pesado e irregular".

A seleção da Venezuela teve um começo melhor nas Eliminatórias e já venceu duas partidas fora de casa, contra Equador (1 a 0) e Bolívia (5 a 3), perdendo para a Colômbia por 1 a 0. Como mandante, foi vencida pela Argentina por 2 a 0.

A partida contra o Uruguai marca a estréia oficial de César Farías, de apenas 34 anos, no comando da seleção venezuelana, após a saída de Richard Páez, considerado o "pai" da revolução pela qual passou o futebol do país nos últimos anos.

O meia Jorge Rojas deverá ser desfalque para os venezuelanos. O jogador sofreu uma contratura no pescoço e nas costas durante os treinos em Montevidéu e pode ser substituído por Luis Manuel Seijas.

Farías pretende evitar a pressão sobre sua defesa com cinco jogadores no meio-campo, à frente dos quatro defensores, e apenas um atacante.

- Prováveis escalações: Uruguai: Carini; Pereira, Lugano, Godín e Cáceres; Pérez, Gargano e González; Diego Forlán, Abreu e Suárez. Técnico: Oscar Tabárez.

Venezuela: Vega; Chacón, Boada (Vielma), Rey e Hernández; Mea Vitali, Rincón, Rojas (Seijas) Arango e Vargas; Maldonado. Técnico: Cesar Farías.

Árbitro: Alfredo Intriago (EQU), auxiliado por seus compatriotas Luis Alvarado e Carlos Herrera.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo