iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/06 - 16:54

Uefa apóia juiz que deu pênalti para Áustria em jogo com Polônia
Os meios de comunicação poloneses execraram o árbitro Howard Webb por ter marcado um pênalti a favor da Áustria no final da partida entre os dois times pela Eurocopa 2008, mas a Uefa defendeu a decisão do juiz inglês, considerando-a absolutamente correta.

Reuters

VIENA (Áustria) - Webb apitou o pênalti, já nos acréscimos do segundo tempo, quando Sebastian Proedl foi puxado por Mariusz Lewandowski.

Ivica Vastic converteu garantindo o empate em 1 a 1 na rodada de quinta-feira do grupo B.

'Não acredito que seja algo polêmico apitar um pênalti quando um jogador é puxado pela camisa com as duas mãos. Não há nada polêmico a esse respeito', afirmou William Gaillard, diretor de comunicações da Uefa em uma entrevista coletiva.

O técnico da Polônia, Leo Beenhakker, argumentou que, caso tenha realmente ocorrido a falta dentro da área, dezenas mais deveriam ter sido apitadas em jogos anteriores. A Uefa afirmou que avaliaria a questão.

Mas, na sexta-feira, Webb recebeu um aval claro da entidade.

'Vocês viram que a falta precisou ser cobrada duas vezes e que havia muito empurra-empurra dentro da área. Foi provavelmente por causa disso que ele tomou aquela decisão. E isso se deu, certamente, dentro das regras do jogo', afirmou Gaillard.

'Talvez, na opinião do juiz, aquela falta em particular haja sido pior do que as outras ocorridas no restante do jogo.'

Segundo Gaillard, qualquer avaliação da performance de Webb seria realizada pela comissão de arbitragem da Uefa depois de receber o relatório do delegado da partida.

O mesmo valeria para, por meio da comissão de controle e disciplina, qualquer possível punição a Beenhakker, que afirmou a respeito do árbitro: 'Não sei por que o juiz viu o que ninguém mais viu. Talvez ele só quisesse aparecer'.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo