iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/06 - 15:44

Novos boatos colocam Luxemburgo em Portugal e no Fenerbahçe
Primeiro foi a seleção mexicana que cogitou a contratação do técnico Wanderley Luxemburgo e deixou a nação palmeirense preocupada. Depois, em seu site oficial, foi o Lyon, heptacampeão francês, que afirmou ter interesse em tirar o treinador do Palestra Itália, também sem sucesso nas negociações.

Gazeta Esportiva

Passado o interesse francês, o técnico do Palmeiras, agora, vê seu nome envolvido em duas novas especulações. Segundo a imprensa européia, Wanderley Luxemburgo é um dos nomes pleiteados pela Federação Portuguesa de Futebol para substituir Luiz Felipe Scolari no comando da seleção portuguesa assim que acabar a Euro-2008, já que Felipão está certo com o Chelsea, da Inglaterra.

“Vocês (jornalistas) estão de brincadeira. Eu não falei nada e não recebi proposta nenhuma, mas as notícias partem de lá (México, França e Portugal) e sou eu quem tenho que responder. Tudo bem, faz parte”, desdenhou, após a vitória do Verdão por 5 a 2 sobre o Cruzeiro.

A seleção portuguesa, no entanto, não é o único time que aparece como possível destino de Luxemburgo ainda em 2008. O nome do treinador também vem sendo ventilado na Turquia como possível substituto de Zico no comando do Fenerbahçe. O “galinho” é outro nome ventilado para a seleção portuguesa, mas deve acertar com o Manchester City, da Inglaterra.

Sobre o propalado interesse dos turcos, time que conta com os brasileiros Edu Dracena, Alex e Deivid, além do chileno Maldonado, seu velho conhecido, Luxemburgo voltou a se armar antes de disparar:

“Não tenho que falar sobre isso. Tenho um excelente contrato, o Palmeiras está se estruturando, fizemos vários planos e repito que dificilmente deixarei o clube”, avisou, emendando, na seqüência, seu conhecido “mantra”:

“O fato de receber propostas e estudá-las está inserido no contexto do futebol. Se eu receber uma nova proposta, vou analisá-la. Isso acontece em qualquer profissão e no futebol também precisa ser visto como algo natural. Tem que parar com esse negócio de chamar todo mundo de mercenário. Isso não cabe mais”, concluiu.

Direção tranqüila: Apesar de todo o assédio de poderosas equipes e seleções em cima de Luxemburgo, a diretoria palmeirense segue tranqüila em relação à permanência do treinador até o término de seu contrato, em dezembro de 2009. 'Ele é um profissional competente e entendemos como normal o assédio e os convites, tanto em nível nacional quanto internacional', comentou Genaro Marino, diretor de Futebol, à GE.Net.

'Confiamos em sua permanência conosco e com o nosso projeto e esperamos que o Wanderley tenha um pouco mais de tranqüilidade para trabalhar de agora em diante, pois, como ficou provado, esses boatos atrapalham o sossego de qualquer um', finalizou o cartola do Verdão.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo