iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/06 - 12:52

Grécia e Rússia se enfrentam tentando recuperação na Eurocopa
Grécia e Rússia se enfrentam neste sábado às 15h45 de Brasília, no EM Stadion Wals-Siezenheim de Salzburgo, pela segunda rodada do grupo D da Eurocopa, tentando se recuperar das derrotas sofridas na estréia na competição.

EFE

Antes do início da competição, as duas equipes foram aguardadas com muita expectativa, já que os gregos são os atuais campeões da Eurocopa e os russos - treinados pelo experiente holandês Guus Hiddink - têm como base os times do Zenit e do CSKA Moscou, que conquistaram a Copa da Uefa em temporadas recentes.

No entanto, ambas decepcionaram na estréia. Os russos tiveram atuação até razoável, mas foram goleados pelos espanhóis por 4 a 1.

Já os gregos fizeram partida fraca e perderam para a Suécia por 2 a 0.

Por isso, foram criticadas. Hiddink acusou seus jogadores de falta de maturidade e de cometerem erros infantis nos gols da Espanha. Já os atletas da seleção grega afirmaram que o técnico da equipe, o alemão Otto Rehhagel, armou a equipe de maneira "muito cautelosa" contra a Suécia.

Na Rússia, os problemas no ataque se agravam. Já sem poder contar com o lesionado atacante Pavel Pogrebnyak - que acabou cortado da Eurocopa - e com o suspenso Andrei Arshavin - que só volta na última partida, contra os suecos -, Hiddink não sabe se o centroavante Roman Pavlyuchenko poderá jogar.

Pavlyuchenko, autor do gol contra a Espanha, não vem treinando normalmente nos últimos dias e poderá dar lugar a Roman Adamov.

A incógnita na Grécia é se Rehhagel levará a campo uma equipe mais ofensiva, com a entrada de Giannis Amanatidis no ataque ao lado de Angelos Charisteas e Fanis Gekas, ou se manterá a tática defensiva que levou a seleção ao título da Eurocopa há quatro anos, e que foi criticada pelos próprios jogadores.

Na parte física, é dúvida é o lateral-direito Giourkas Seitaridis, que ficou de fora do treino da quinta-feira com um problema muscular. Caso não se recupere, Loukas Vyntra entra em seu lugar.

Prováveis escalações: Grécia: Nikopolidis; Seitaridis (Vyntra), Kyrgiakos, Dellas e Torosidis; Katsouranis, Basinas e Karagounis; Charisteas, Gekas e Amanatidis. Técnico: Otto Rehhagel.

Rússia: Akinfeev; Anyukov, Shirokov, Ignashevich e Zhirkov; Semak, Zyrianov, Semshov e Bilyaletdinov; Sychev e Pavlyuchenko (Adamov). Técnico: Guus Hiddink.

Árbitro: Roberto Rossetti (ITA), auxiliado por seus compatriotas Alessandro Griselli e Paolo Calcagno. EFE rd/ev/dp

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo