iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/06 - 16:09

Dunga mantém mistério, mas trio da Copa América é favorito
A seleção brasileira encerrou os quatro dias de treinamento na Granja Comary, nesta sexta-feira, sem que o técnico Dunga anunciasse a equipe que enfrentará o Paraguai, no domingo, mas o trio de volantes campeão da Copa América Gilberto Silva, Josué e Mineiro deve formar o meio-campo, ao lado de Diego.

Reuters

TERESÓPOLIS - O treinador afirmou que a equipe já está definida para o jogo em Assunção, mas decidiu manter o mistério antes do embarque. No último treino no centro de treinamento em Teresópolis (RJ), Dunga escalou o meio-campo com os mesmos volantes que conquistaram a Copa América de 2007, trocando apenas Júlio Baptista por Diego na função de criação.

'O time na minha cabeça já está definido', afirmou Dunga em entrevista coletiva, após ter comandando um treino em que proibiu fotógrafos e cinegrafistas de registrarem a atividade.

Mas quando perguntado qual seria a formação, o técnico despistou. 'São duas opções, uma com o Gilberto mais fixo, que é um jogador que cadencia mais o jogo, e outra com o Anderson, que é um jogador jovem, de muito personalidade, que dá maior movimentação e chega mais ao ataque.'

Na atividade de quinta-feira, o técnico havia optado pela entrada de Anderson, de 20 anos, no lugar de Gilberto Silva, modificando o posicionamento de Mineiro e Josué, mas acabou retornando à formação com o jogador do Arsenal na segunda metade da atividade, após Anderson não ter rendido o esperado.

Dunga conversou reservadamente com Gilberto Silva antes do treino coletivo desta sexta-feira, quando o treinador destacou atenção especial às jogadas de bola parada tanto no ataque como na defesa. Com 1,91 metro, o volante é uma das armas de Dunga para segurar o ataque paraguaio, que conta com a força de Santa Cruz pelo alto.

EXPERIÊNCIA E ALTURA

'A experiência conta bastante, quando você é jovem você tem uma atitude diferente no jogo, você aprende mais com o passar do tempo. Mas independentemente de ser mais experiente ou ser mais jovem, cada um aqui tem o seu valor', disse Gilberto Silva, de 31 anos, ao comentar sobre a disputa com Anderson pela vaga.

A escalação do meio-campo em forma de losango, com Gilberto Silva à frente dos zagueiros, Josué à esquerda, Mineiro à direita e apenas um meia de criação, é a mesma adotada pela equipe na conquista da Copa América da Venezuela, em 2007, quando o Brasil venceu a Argentina por 3 x 0 na decisão.

Naquele torneio, Júlio Baptista foi o escolhido para criação das jogadas, vaga ocupada atualmente por Diego, novo camisa 10 da seleção na ausência de Kaká e Ronaldinho Gaúcho.

Segundo Dunga, a formação do Paraguai com três jogadores ofensivos -- Nelson Haedo Valdez, Salvador Cabañas e Roque Santa Cruz -- não significa que a equipe adversária terá uma postura agressiva contra os brasileiros no jogo em Assunção.

'O Paraguai, mesmo com três atacantes, joga com cinco no meio-campo, fica só um lá na frente', disse Dunga. 'Isso é muito teórico, quero ver na hora. Na conversa é uma coisa, na prática é outra', acrescentou.

Jogando fora de casa contra os líderes das eliminatórias, Dunga não descarta o empate como um bom resultado. O Paraguai tem 10 pontos no torneio, contra 9 da vice-líder Argentina e 8 do Brasil, que está em terceiro.

'O Brasil vai jogar para vencer, depois vamos ver o que vai acontecer. O importante é buscarmos o nosso objetivo. Ganhar sempre é melhor, mas o empate faz parte do jogo', afirmou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo