iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/06 - 23:05

Renato atesta: cabeça dos jogadores está em Quito
Com um gol sofrido aos 47 minutos da etapa complementar, o Fluminense desperdiçou nesta quinta-feira a chance de conseguir sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro e deixar a lanterna da competição.

Gazeta Esportiva

Comentando o empate por 1 a 1 com o Santos em entrevista coletiva, o técnico Renato Gaúcho confessou que vem enfrentando dificuldades para tirar a cabeça dos jogadores do Tricolor Carioca da final da Copa Libertadores, contra a LDU, do Equador.

“Levamos um gol aos 47 minutos, isso não pode acontecer. Estou tentando de tudo, mas não estou conseguindo. Esse é o preço que se paga por estar em uma final de Libertadores”, apontou Renato, visivelmente irritado.

O comandante tricolor ainda comentou, ironicamente, que gostaria que todos os jogos do Fluminense no Campeonato Brasileiro fossem transferidos para depois de 2 julho, data do segundo e decisivo jogo do torneio sul-americano.

“O torcedor está chateado, e eu também estou. Se nós pudéssemos transferir todos os nossos jogos do Brasileiro para depois da Libertadores, seria ótimo”, comentou.

A primeira partida da final da Copa Libertadores, contra a LDU, aconteceu no próximo dia 25, quarta-feira, em Quito.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo