iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/06 - 03:57

Festa do título invade ruas de Recife
O apito final de Alicio Pena Júnior na partida entre Corinthians e Sport foi o sinal que os torcedores do clube pernambucano precisavam para comemorar. Boa parte dos leoninos que compareceram ao estádio da Ilha do Retiro nem saíram do local para festejar o título da Copa do Brasil, assegurado com o triunfo por 2 a 0.

Gazeta Esportiva

O saguão de entrada da sede do clube foi tomado por torcedores com bandeiras e camisetas. A rua de frente e as dos arredores do estádio também foram transformadas em arquibancadas. As buzinas dos automóveis, então, viraram instrumentos musicais. Pelas ruas da cidade, os motoristas entoam as buzinas no ritmo da música “Cazá”, cantada nas arquibancadas.

Na área próxima em que os corintianos concederam entrevistas coletivas, um grupo de torcedores locais se posicionou para provocar os alvinegros. Mantidos a cerca de 20 metros pela polícia, os fãs cantavam “ão, ão, ão, segunda divisão” e “não chora, não chora, não chora”, em referência à letra de “não pára, não pára, não pára”, geralmente entoada por corintianos.

Mesmo depois da saída do ônibus da Ilha do Retiro, a delegação corintiana não teve sossego. Um grupo de torcedores do Sport ainda seguiu para frente do hotel em que está hospedada a delegação paulista em Recife. A polícia teve de fazer um cordão de isolamento para impedir a aproximação, mas os cantos de campeão ecoam pela região.

Além das camisas e bandeiras, as faixas de campeão também se espalham por todos os cantos em que se encontram torcedores do time de Recife. As bebidas alcoólicas também são vendidas em abundância.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo