iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/06 - 11:51

Deco é disputado por Chelsea de Felipão e Inter de Milão de Mourinho
O meia brasileiro naturalizado português Deco, dispensado pelo Barcelona para a próxima temporada, terá que escolher agora entre a Inter de Milão treinada por José Mourinho e o Chelsea comandado por Luiz Felipe Scolari, dois clubes dirigidos por treinadores que confiam em seu futebol.

EFE

A contratação de Scolari pelo Chelsea, confirmada pelo clube inglês na última quarta, pode atrapalhar os planos de Mourinho de contar com o jogador no projeto que iniciará na equipe italiana.

Tanto Inter quanto Chelsea expressaram seu interesse pela contratação do jogador, e parecia que a presença de Mourinho à frente da equipe italiana decidiria a parada a favor dos milaneses, já que Deco foi campeão da Copa da Uefa de 2003, da Liga dos Campeões de 2004 e de duas edições do Campeonato Português com o treinador português.

Durante sua estadia em Neuchâtel, onde a seleção portuguesa está concentrada, Deco foi perguntado sobre Mourinho em entrevista coletiva, e o habilidoso meia respondeu que era um dos "melhores treinadores do mundo", com o qual lembrou que conquistou muitos títulos.

Porém, depois que suas carreiras tomaram rumos diferentes - o técnico foi contratado pelo Chelsea e Deco pelo Barcelona -, o jogador encontrou outro treinador que confiou nele ao máximo, o brasileiro Luiz Felipe Scolari.

De fato, o vínculo com Scolari foi estreitado ao máximo em 2003 e 2004, quando o treinador o defendeu das críticas de veteranos da seleção portuguesa, que questionaram a presença do meia no time pelo fato de ter nascido no Brasil.

Os jornalistas portugueses que acompanham a seleção na concentração em Neuchâtel afirmam que, para Deco, a escolha é parecida com a pergunta que por vezes é feita a uma criança: "se gosta mais do pai ou da mãe".

No entanto, o poder econômico do clube presidido pelo magnata russo Roman Abramovich pode aproximar novamente o jogador de Felipão.

A personalidade de Scolari, severa e protecionista com seus jogadores, ficou clara na coletiva após a partida contra os tchecos, quando o treinador foi perguntado pela diferença de rendimento de Deco no Barcelona e na seleção.

Felipão saiu em defesa do meia sendo taxativo: "Não foi apenas Deco que foi mal no Barcelona este ano. Muitas coisas não funcionaram", afirmou.

Assim, o jornal "Recorde" diz hoje sobre a possível transferência de Deco para o clube londrino junto com Scolari.

Uma fraca temporada no Barcelona fez com que o clube catalão o dispensasse e comunicasse que não conta mais com o meia para a próxima temporada, medida que o jogador respondeu com o pedido de sua liberação.

Deco, de 30 anos, brilhou na vitória de 3 a 1 de Portugal sobre a República Tcheca na última quarta ao marcar o primeiro gol de sua equipe, dar o passe para Cristiano Ronaldo para o segundo e iniciar a jogada do terceiro.

Esta atuação e o fato de ter se tornado um jogador cobiçado por duas grandes potências do futebol europeu deverão levar a um aumento do preço pedido pelo Barcelona.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo