iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/06 - 19:41

Clubes europeus se opõem à regra "6+5" da Fifa
Uma representação da Associação de Clubes Europeus (ECA, em inglês), manifestou hoje em Barcelona sua insatisfação com a proposta da regra "6+5" da Fifa, que visa limitar o número de estrangeiros nos campeonatos nacionais do continente.

EFE

BARCELONA (Espanha) - No encontro, dirigentes de Bayern de Munique, Lyon, Milan e Barcelona se mostraram favoráveis à política chamada de "Home-grown" (crescido em casa, em tradução livre), que se baseia na quantidade de anos que um jogador atuou em um país, e não em sua nacionalidade.

O ex-jogador alemão Karl-Heinz Rummenigge, presidente-executivo do Bayern de Munique e presidente provisório da ECA, disse que é impossível pôr em prática a proposta da Fifa, já que ela vai contra as normas da União Européia (UE).

"Além disso, achamos que uma medida desse tipo não é a solução.

Já existe uma regulamentação para apoiar as categorias de base, que é apoiada pela Uefa", disse Rummenigge, que citou o mexicano Giovani dos Santos e o argentino Lionel Messi. Os dois jogadores não podem defender a Espanha, mas foram formados no Barcelona.

O sistema Home-Grown já foi aplicado na última Liga dos Campeões.

As equipes foram obrigadas a inscrever pelo menos seis jogadores formados no país do clube.

Além disso, três deles deveriam ser formados no próprio clube e ter disputado pelo menos três temporadas pela equipe antes de completar 18 anos.

Já os outros jogadores precisavam ter passado pelo menos cinco temporadas no país.

A norma será ampliada para a próxima Liga. A Uefa exigirá a inscrição de quatro pratas da casa e de outros quatro jogadores com experiência prévia no país.

No final da temporada 2008-09, a regra será revisada, embora a intenção dos clubes seja mantê-la pelo menos até alcançar a paridade do 6+6, levando em conta a experiência prévia dos jogadores, e não seu passaporte, como pretende a Fifa.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo