iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/06 - 14:22

Má fase do Inter não ilude alvinegros
O Botafogo tem um difícil compromisso pelo Campeonato Brasileiro neste sábado, às 16h10 (de Brasília), quando enfrentará o Internacional no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela sexta rodada. O Glorioso conseguiu aos poucos superar as adversidades recentes como a perda da vaga na final da Copa do Brasil e a saída do técnico Cuca. Tanto que no fim de semana venceu os traumas recentes para bater o Coritiba por 2 a 1, num jogo muito complicado, no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

Gazeta Esportiva

Já o Colorado vem encontrando muitas dificuldades para superar seus recentes problemas. A perda da Copa do Brasil e o mau começo no Brasileirão fizeram o técnico Abel Braga optar por aceitar uma proposta do exterior. Com quatro pontos o campeão gaúcho figura na zona de rebaixamento. Mas a crise do Internacional não ilude o Botafogo, que não espera facilidades no Beira-Rio.

“O Internacional conta com um time muito forte e competente, que sempre é muito complicado de ser batido quando joga dentro de casa. Não vamos nos iludir com essa situação, pois quando a bola começa a rolar os jogadores se esquecem da situação dentro do campeonato e pensam apenas em conquistar a vitória”, explicou o volante Túlio.

Para o técnico Geninho a delicada situação do Internacional na tabela de classificação é apenas mais um complicador para a sua equipe na partida deste sábado. O treinador botafoguense não esconde que preferia pegar o Colorado brigando pelas primeiras posições.

“Gostaria de enfrentar o Internacional numa situação mais tranqüila na tabela, com menos pressão pela vitória. Pois isso só gera um desejo dobrado de vitória. Para piorar a situação, o Grêmio faz uma boa campanha e lá a rivalidade é grande. O Grêmio não vai ficar para trás. Justamente por isso a partida será muito mais complicada para a nossa equipe. Mas estou confiante de que vamos conseguir um grande resultado”, disse Geninho.

O técnico do Botafogo acredita que a fase do Internacional só será boa para o Botafogo porque vai permitir que o Glorioso mantenha a sua forma de atuar, ou seja, buscando o ataque.

“O Botafogo é um time, pelas características de seus jogadores, que gosta de atuar de maneira ofensiva, pressionando o adversário. Como o Internacional vai ter que sair para o jogo teremos o espaço necessário para jogar, exercendo uma pressão para forçá-los ao erro”, disse Geninho.

Geninho ainda não anunciou a formação que vai a campo, uma vez que tem vários problemas. Ele segue sem poder contar com o goleiro Castillo e com o lateral-esquerdo Triguinho, ambos se recuperando de uma lesão na coxa esquerda.

O lateral-esquerdo Luciano Almeida, que se recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo, é dúvida, assim como o atacante Jorge Henrique, que voltou a sentir no treino desta terça-feira dores na coxa direita. O meia Carlos Alberto, expulso na vitória de 2 a 1 sobre o Coritiba, terá que cumprir suspensão e também ficará de fora. Nesta quinta-feira a delegação botafoguense embarca para a capital gaúcha.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo