iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/06 - 17:29

Sem mudanças no formato, CSF anuncia confrontos da Copa Sul-Americana
Frustrando a expectativa de uma competição parecida com a Copa Libertadores, a Copa Sul-Americana de 2008 foi lançada hoje em Buenos Aires com o mesmo formato dos anos anteriores, com jogos em mata-mata.

EFE

Oito brasileiros participarão da competição, lutando por quatro vagas na fase internacional. Dos jogos entre eles, destaque para o clássico gaúcho entre Grêmio e Internacional, que levará a rivalidade para um torneio sul-americano.

Nos outros confrontos, o Vasco encara o Palmeiras; o São Paulo joga contra o Atlético-PR; e Botafogo e Atlético-MG voltam a se enfrentar, reeditando a série dos dois últimos anos nas quartas da Copa do Brasil.

Ainda segundo o sorteio realizado hoje na sede da Associação do Futebol Argentino, em Buenos Aires, o Boca Juniors, campeão do torneio em 2004 e 2005, aguarda o vencedor do confronto entre Bolívar, da Bolívia, e Liga Deportiva Universitária de Quito, que decide a Libertadores com o Fluminense.

O River Plate, outra equipe a entrar diretamente nas oitavas-de-final, aguarda quem sair do confronto entre Libertad, do Paraguai, e um time uruguaio, ainda não definido.

Apesar de ser o atual campeão, o Arsenal de Sarandi entrará uma etapa antes, enfrentando um dos três representantes da Concacaf.

Em nota, a organização do futebol das Américas Central e do Norte, além do Caribe, proibiu a participação do Saprissa, tetracampeão da Costa Rica, porque jogará a Liga dos Campeões da região.

Antes da primeira fase, oito equipes disputam mais quatro vagas numa etapa preliminar, sem brasileiros.

O ganhador do torneio disputará a Recopa Sul-Americana 2009 contra o vencedor da Libertadores deste ano.

Os encontros pela Recopa de 2008 entre Arsenal e Boca Juniors, campeões da Sul-Americana e Libertadores em 2007, serão disputados nos dias 13 e 20 de agosto, primeiro em Sarandi e depois no estádio de La Bombonera, ambos em Buenos Aires.

A única similaridade com a Libertadores será nas regras, frustrando aqueles que apostavam num formato diferente - e mais lucrativo -, com uma fase de grupos. Nenhuma rodada coincidirá com partidas das Eliminatórias ou datas Fifa.

A Argentina é o país que mais venceu o torneio, com quatro conquistas: San Lorenzo, primeiro campeão em 2002, Boca Juniors (2004 e 2005) e Arsenal (2007). Os outros vencedores foram o Cienciano, do Peru (2003) e o Pachuca, do México (2006).

Nunca o Brasil teve um campeão nos seis anos de torneio disputados até hoje.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo