iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/06 - 11:04

Real rebate Manchester e nega assédio a Ronaldo
A troca de farpas entre o Manchester United e o Real Madrid teve continuidade nesta terça-feira, um dia depois de os ingleses denunciarem os espanhóis na Fifa por um suposto assédio ao astro português Cristiano Ronaldo. Ramón Calderón, presidente do clube merengue, rebateu as acusações dos dirigentes dos Diabos Vermelhos.

Gazeta Esportiva

“É o direito do Manchester de reclamar, mas nós não fizemos nada e nós vamos fazer nada. É um assunto entre o jogador e o clube'', garantiu o mandatário do Real, que garantiu ter descartado a contratação do atacante. “O que há é simplesmente o que está nos jornais, os rumores de que este jogador parece querer deixar o time'', provocou.

O Manchester já havia ameaçado há cerca de 15 dias que levaria o caso à Fifa. ''Eles não têm qualquer prova porque não está acontecendo nada'', assegurou Calderón. Embora os dirigentes do Real tenham diminuído o tom para evitar o aumento da crise entre os clubes, a imprensa espanhola segue apostando que Ronaldo defenderá o clube na próxima temporada.

Com contrato até 2012, Cristiano Ronaldo se diz feliz no Manchester, mas não descarta uma transferência aos merengues. Apontado como principal favorito aos prêmios de melhor jogador do ano está com a seleção portuguesa, disputando a Eurocopa, e no início dos treinamentos com a equipe nacional havia garantido que resolveria o seu futuro em breve.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo