iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/06 - 19:30

Adriano e Dunga divergem sobre impacto de derrota
A inesperada derrota da seleção brasileira para a Venezuela por 2 a 0 continua provocando as mais diversas manifestações no elenco que agora se prepara para enfrentar o Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo-2010. Enquanto para o atacante Adriano o resultado pode influir no próximo jogo, para Dunga uma situação não atinge a outra.

Gazeta Esportiva

“Nossa derrota dá uma tranqüilidade maior a eles. Isso é bom para eles pensarem que será fácil, mas se depender de nós, não vai ser não”, afirmou Adriano, que jogou os 90 minutos ao lado de Pato e Robinho, mas não conseguiu evitar o tropeço. Já o técnico Dunga desclassificou o argumento e deu outra explicação para a confiança da seleção paraguaia.

“Aumentou a confiança porque o Paraguai tem muitos jogadores na Europa, mudaram maneira de jogar, agridem bastante o adversário. Vão fazer valer a torcida até o fim. Mesmo quando não dá certo, os torcedores apóiam e nós temos que saber que temos que trabalhar em cima dessa dificuldade”, explicou o comandante.

Dunga evitou comparar os dois próximos adversários nas Eliminatórias, mas aproveitou para afirmar que o trunfo da seleção brasileira na próxima partida poderá ser o fato de a seleção paraguaia estar sobre a pressão para manter a ponta da tabela da competição.

“São situações diferentes. Contra o Paraguai é sempre difícil. Já contra a Argentina, por ser um clássico, os dois buscam o resultado, o gol, e a responsabilidade é bastante dividida. Apesar de Paraguai estar em primeiro, é muita responsabilidade jogar diante de sua torcida e vamos tentar nos aproveitar disso”, revelou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo