iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/06 - 20:11

Cruzeiro vence Vasco com gol polêmico
O Cruzeiro venceu o Vasco por 1 a 0 no Mineirão e continua bem nesta arrancada inicial do Brasileirão. A Raposa, que teve o meia Charles como autor de um polemico gol aproveitando tiro indireto, não é mais líder porque o Flamengo tem melhor saldo de gols, mas atinge a marca de 13 pontos em 15 jogos.

Gazeta Esportiva

O Vasco continua com sete pontos, e agora é o sétimo colocado do campeonato.

O jogo – Após fazer mistério quanto à formação do ataque, Adilson Batista escolheu Jajá para entrar em campo ao lado de Guilherme, para ter mais agilidade no ataque celeste.Já o técnico do Vasco foi obrigado a mexer em sua estratégia logo no início da partida. O meia Leandro Bomfim deixou o campo sentindo muitas dores no músculo posterior da coxa esquerda. Antônio Lopes foi obrigado a substituí-lo e optou por Souza.

Enquanto isto, o Cruzeiro ia ganhando o domínio territorial da partida. O time mineiro dominou o jogo durante todo o primeiro tempo, mas o Vasco conseguiu segurar a pressão. O Gigante da Colina também tentava encaixar contra-ataques, com boa velocidade, mas não criou nenhuma chance clara de gol.

Diante de um Vasco bem postado, a Raposa teve suas principais chances com chutes de fora da área. O primeiro foi de Jadílson, logo aos cinco minutos. Fabrício, aos 22, e Charles, aos 25, obrigaram Tiago a fazer duas excelentes defesas. Outra boa oportunidade criada pelos donos da casa foi um cruzamento de Jajá, que Guilherme cabeceou nas mãos do goleiro.

O primeiro tempo sem gols incomodou os cruzeirenses. Charles e Wagner chegaram a discutir rispidamente no vestiário, mas lá mesmo fizeram as pazes. Adilson Batista também ficou insatisfeito com o rendimento do ataque. Por isto, sacou Jajá e voltou para o gramado com Fabinho, que só tinha feito uma partida com a equipe principal do Cruzeiro.

O Vasco também ficou preocupado com o que viu na etapa inicial. Antônio Lopes não trocou nenhuma peça, mas seu time voltou com mais personalidade, buscando mais o ataque. Teve uma boa chance aos 12 minutos, quando o Cruzeiro saiu jogando errado e Fábio teve que sair forte nos pés de Leandro Amaral para evitar o gol.

Com mais espaço, o Cruzeiro também se lançou ao ataque. Aos 16, Jonílson atingiu Ramires bem em cima da linha da área e Wilson Souza de Mendonça marcou o pênalti. Guilherme bateu fraco no canto direito e o goleiro Tiago fez excelente defesa. No rebote, Guilherme tentou mais uma vez e Tiago voltou a defender, desta vez pegando firme.

Aos 26 minutos, o árbitro pernambucano marcou uma falta rara. Wagner errou um passe e a bola chegou até Tiago, que a matou com as mãos mas ficou com ela dominada nos pés para deixar o tempo passar. No entanto, o goleiro ficou mais de seis segundos com a bola, e Wilson Souza de Mendonça marcou tiro livre indireto. A infração era quase na pequena área vascaína. Por isto, Wagner preferiu rolar para trás e Charles chutou forte, rasteiro, para abrir o marcador.

Na próxima rodada, o Cruzeiro vai a São Paulo enfrentar outro candidato ao título: o Palmeiras. Já o Vasco tem como próximo compromisso o Náutico. Com a interdição do Estádio dos Aflitos, ainda não se sabe onde será a partida.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo