iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/06 - 20:21

Botafogo vence Coritiba na estréia de Geninho
O Botafogo derrotou o Coritiba por 2 a 1 em partida disputada na noite deste domingo, no Engenhão. Foi a primeira vitória alcançada pela equipe agora dirigida por Geninho que substituiu Cuca no comando da equipe alvinegra.

Gazeta Esportiva

Com a vitória, o Alvinegro carioca chegou a sete pontos ganhos e ocupa a nona colocação enquanto o time paranaense segue na 13ª com apenas cinco pontos ganhos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

O Botafogo mereceu a vitória por não ter desistido nunca de buscar o resultado mesmo quando era inferior tecnicamente ao adversário. O meia Carlos Alberto, que teve uma boa atuação e foi autor do primeiro gol da partida, foi expulso no final do jogo ao receber o segundo cartão amarelo.

Na próxima rodada, o Botafogo vai encarar o Internacional em Porto Alegre pela sexta rodada da competição. Já o Coritiba vai receber o Vitória no Couto Pereira.

O jogo – O Botafogo começou a partida imprensando o Coritiba contra a sua defesa. Aos cinco minutos, o time carioca criou sua primeira grande chance quando Lúcio Flávio cobrou escanteio rápido, Wellington Paulista desviou para o meio da área e Luciano Almeida, sozinho, chutou para fora. O Botafogo continuou pressionando e aos 11 minutos, Carlos Alberto arriscou de fora da área forçando o goleiro Vanderlei a espalmar para escanteio.

O time de Geninho dominava inteiramente a partida enquanto o Coritiba tinha dificuldades para bloquear as investidas dos donos da casa e não conseguia organizadas jogadas ofensivas. Aos 19 minutos, Carlos Alberto que vinha tendo boa atuação, recebeu na entrada da área, caminhou e fuzilou sem defesa para o goleiro do Coritiba.

Três minutos depois, Carlos se estranhou com o volante Douglas Silva após dividida no meio campo. Logo depois, Carlos Alberto acertou uma cotovelada no adversário e recebeu cartão amarelo para irritação dos paranaenses que pedia o cartão vermelho para o jogador alvinegro.

O primeiro lance de perigo do Coritiba só aconteceu aos 28 minutos em chute longo de Rubens Cardoso que obrigou a Renan a fazer sua primeira defesa difícil. O ritmo do Botafogo diminuiu mas o Coritiba não sabia como se aproximar do gol adversário e procurou arriscar chutes de meia distância sem qualquer conseqüência.

O segundo tempo começou com o Coritiba mais agressivo. Logo aos dois minutos, o goleiro Renan foi obrigado a fazer uma defesa difícil em cobrança de falta de Marlos que entrou no lugar de Douglas Silva.

O Botafogo, ao contrário, voltou com muita lentidão e permitiu que o time paranaense continuasse fazendo pressão. Aos 10 minutos, após jogada confusa na área carioca, Hugo chutou fraco e permitiu a defesa de Renan. O goleiro alvinegro quase se enrolou aos 16 minutos em chute longo de Carlinhos Paraíba.

O Coritiba se manteve no ataque e acabou chegando ao empate aos 19 minutos. Hugo foi derrubado por Édson na área e ele mesmo cobrou com competência para marcar.

O Botafogo só voltou a dar sinais de vida aos 22 minutos em chute de Carlos Alberto que Vanderlei espalmou para escanteio. Mas o entusiasmo durou pouco porque a equipe paranaense voltou a assustar em chute de Ricardinho que quase desempatou a partida. Renan, mais uma vez, salvou o time carioca.

O zagueiro Renato Silva se machucou e Geninho optou pelo meia Tiaguinho para o seu lugar, tentando recuperar o domínio do meio-campo. Aos 35 minutos, Carlos Alberto que andava sumido na partida fez boa jogada pela direita e cruzou para cabeçada perigosa de Fábio que passou raspando à trave de Vanderlei.

Aos 39 minutos, Wellingron Paulista tentou uma bicicleta dentro da área e o zagueiro Maurício cortou com a mão. Pênalti que Lúcio Flávio cobrou com categoria aos 40 e garantiu a vitória. Nos acréscimos, Carlos Alberto que já tinha cartão amarelo, derrubou Carlinhos Paraíba e foi expulso, mas o Botafogo não teve problema para defender o resultado.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo