iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/06 - 09:28, atualizada às 12:07 07/06

Portugal estréia contra a Turquia com a obrigação de vencer
Apesar do histórico vice-campeonato em casa, a campanha de Portugal na Eurocopa de 2004 deixou uma lição para o técnico Luiz Felipe Scolari. A derrota para a Grécia, que também seria o algoz na decisão, logo na estréia, quase custou a classificação do time lusitano à fase seguinte da Euro.

Gazeta Esportiva

Para evitar a repetição do erro, a equipe ibérica entra em campo neste sábado, no estádio de Genebra, na Suíça, às 15h45 (de Brasília), para enfrentar a Turquia, com a pressão de conquistar os três pontos.

“Vencendo o primeiro jogo, teremos maior tranqüilidade nas partidas seguintes. Começamos a Euro em desvantagem em 2004 e não queremos passar novamente por esta situação”, recorda o atacante Simão. “Temos a consciência de que será um jogo complicado, pelo fato de a Turquia ser uma equipe muito boa tática e tecnicamente, mas o nosso principal objetivo é conquistarmos uma vitória na estréia”, acrescenta.

Embora saiba que o time de hoje é bastante diferente, Felipão mostrou aos jogadores o vídeo da sofrida vitória do Brasil sobre os turcos na Copa do Mundo de 2002, quando conduziu o time de seu país natal à conquista do pentacampeonato. “Apesar de o Brasil ter vencido nos dois jogos, tivemos muitas dificuldades. O fator psicológico será importante. Sabemos que temos jogadores de qualidade, mas do outro lado também está uma boa equipe”, alerta.

Para o primeiro jogo no torneio que pode marcar sua despedida de Portugal, Felipão não fez mistério e confirmou a equipe com uma escalação ofensiva. Cristiano Ronaldo, Nuno Gomes e Simão formam o trio ofensivo e Petit, João Moutinho e Deco o do meio-campo. O outro “brasileiro” da seleção lusa, o zagueiro Pepe, também deve começar de titular, ao lado de Ricardo Carvalho.

Já a Turquia, que volta a uma competição de grande nível internacional após a surpreendente campanha do terceiro lugar no Mundial do Japão e da Coréia do Sul, promete dificultar a missão de Portugal em largar bem na Euro. ''Vai ser complicado, mas Portugal também vai sentir dificuldades. Temos de perturbar a organização de jogo dos portugueses. Se controlarmos o jogo, poderemos impor o nosso estilo, pois temos jogadores com qualidade para isso'', avisa Emre Belozoglu, capitão da equipe.

Assim como o adversário na estréia, os turcos também contam com um “tempero brasileiro”. Marco Aurélio, que em Istambul virou Mehmet Aurélio, é um dos homens de confiança do técnico Fatih Terim no meio-campo do time, que nao conta com os experientes Basturk e Hakan Sukur, preteridos pelo treinador. A aposta é depositada na forte dupla de ataque, composta por Tuncay Santi, do Middlesbrough, e o experiente Nihat.

Abertura: A grande festa, porém, começará antes do jogo entre Portugal e Turquia. Às 13 horas (de Brasília), no estádio St Jacob Park, na cidade de Basiléia, a co-anfitriã Suíça faz o jogo inaugural da competição continental contra a República Tcheca. A equipe da casa chega com a meta de se classificar ao menos para as quartas-de-final e não decepcionar a sua torcida. “Mal podemos esperar pelo início do torneio”, diz o meia Behrami.

Para obter a classificação inédita, a equipe da casa terá que começar a campanha com um bom resultado frente aos tchecos, semifinalistas em Portugal em 2004 e que chegam mais ambiciosos para a Euro deste ano, apesar de não contarem com o seu capitão Rosicky, lesionado. Contando ainda com as presenças de turcos e portugueses, o grupo A promete emoções logo na primeira fase da Euro. “São quatro equipes muito boas e com todas as condições de classificação”, cocorda o técnico da República Tcheca, Karel Brückner.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo