iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/06 - 14:07, atualizada às 15:05 06/06

Edmundo quebra o silêncio e mostra mau humor
Cerca de dez dias após o pênalti desperdiçado contra o Sport nas semifinais da Copa do Brasil, o Edmundo resolveu quebrar o silêncio e falou sobre os motivos de ter voltado atrás na decisão de encerrar sua carreira. De acordo com o atacante, o fato de ter um compromisso até janeiro de 2009 influenciou, além das palavras proferidas pelo presidente do clube, Eurico Miranda.

Gazeta Esportiva

“São ‘n’ fatores. O principal deles é o contrato que a gente tem que cumprir. Outro é que ele (Eurico) falou 'você resolve o seu problema e eu como é que fico?', comentou Edmundo, que falou sobre seus próximos passos: ‘Quero terminar o meu contrato e a minha carreira e depois vou fazer como eu ouço alguns atores falando. Vou analisar propostas”.

O bom humor de Edmundo, no entanto, acabou quando questionado sobre seu novo hábito de jogar damas nos vestiários de São Januário após os treinamentos. “Eu devo estar atrasando a saída de vocês (jornalistas) e é por isso que devem estar reclamando”, esbravejou.

Edmundo também se mostrou lacônico quando perguntado sobre o que faria de diferente, caso pudesse voltar no tempo até a cobrança do pênalti contra o Sport. “Ia tentar fazer o gol. É a única que eu ia tentar fazer”, encerrou.

Mas o pênalti perdido contra o Sport não diminuiu a confiança do técnico Antônio Lopes. Após o coletivo realizado na manhã desta sexta-feira, em São Januário, o treinador confirmou que o atacante Edmundo continuará sendo o cobrador oficial do Vasco nas próximas partidas do Campeonato Brasileiro.

“O primeiro batedor é ele. A segunda opção é o Leandro (Leandro Amaral) e o terceiro é o Tiago. No meu entender são os melhores cobradores aqui no grupo. Tenho confiança nele porque é um bom batedor. Ele tem treinado muito bem”, comentou Antônio Lopes.

Além de mostrar confiança em Edmundo, o treinador cruzmaltino também garantiu estar otimista em contar com o meia Morais na partida de domingo, contra o Cruzeiro, no Mineirão. Recuperado de um incômodo muscular, o jogador trabalhou normalmente na manhã desta sexta.

“Ele foi liberado pelo departamento médico para treinar e jogar. Ele se recuperou, treinou com bola e não reclamou de nada. Vamos esperar até amanhã (sábado), mas não creio que haja qualquer problema para ele jogar domingo”, comentou.

O grupo do Vasco trabalha na manhã deste sábado no Rio de Janeiro, antes de embarcar para Belo Horizonte. O time carioca soma sete pontos no Brasileiro e buscará sua primeira vitória fora de casa na competição. “Se a gente quiser ganhar o campeonato ou chegar para conseguir uma vaga na Libertadores, também temos que ganhar fora de casa”, comentou o meia Morais.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo