Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fred "dribla" a imprensa e não concede entrevistas

Sem Conca, liberado pela diretoria para regressar ao Rio nesta sexta, Fluminense desembarca com atraso

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Para quem afirmou antes do embarque para Montevidéu que imaginava cerca de 500 torcedores em festa no desembarque da equipe após uma esperada vitória sobre o Nacional, se esconder da imprensa e fugir das entrevistar não foi uma atitude legal de Fred. Ainda mais se tratando do capitão do Fluminense.

Enquanto todo o grupo, a exceção de Conca, que ficou no Uruguai e regressa ao Rio nesta sexta, saiu pela porta da frente e deu explicações para a derrota de 2 a 0 que deixou o clube em situação desesperadora, o atacante driblou a imprensa após a chegada do voo que aterrisou com quase uma hora de atraso e não deu entrevistas.

Bom exemplo deu Gum. Apesar de não ter tido uma atuação segura, o zagueiro “encarou” os jornalistas de frente e deu sua versão para a inesperada derrota.

“O time não jogou bem nesta partida. Estávamos até bem em determinado momento, mas tomamos o primeiro o gol e a equipe acabou sentindo o baque e não conseguiu reagir”, disse o zagueiro Gum.

A única ausência no desembarque da equipe no Aerpoporto Internacional Tom Jobim já era esperada. Liberado pela diretoria, o argentino Conca ficou em Montevidéu e se reapresenta ao time nesta sexta-feira, nas Laranjeiras.

Leia tudo sobre: Copa LibertadoresFLuminenseFred

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG