Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fluminense demite vice-presidente de futebol

Alcides Antunes não resistiu às fracas campanhas do clube em 2011 e foi destituído na manhã deste sábado

Gazeta, AE |

Gazeta Press
Alcides Antunes teve a demissão anunciada neste sábado
Às vésperas do clássico com o Flamengo, a diretoria do Fluminense anunciou neste sábado a demissão do vice-presidente de futebol Alcides Antunes, que ocupava o cargo desde janeiro de 2010. Com a decisão, o presidente Peter Siemsen encerrou uma semana de rumores sobre a permanência de Antunes no clube carioca.


O ex-vice-presidente teve como ponto forte em sua passagem pelo Fluminense a conquista do Campeonato Brasileiro de 2010. No entanto, o prestígio pelo título não resistiu aos fracos resultados do time neste início de ano.


Desde que foi eleito, Siemsen mostrou resistência à figura de Antunes, que se mantinha no cargo pelo respaldo da patrocinadora do clube e pela aproximação com o elenco e com o treinador Muricy Ramalho. Siemsen agradeceu aos serviços de Antunes e confirmou a contratação de um gerente executivo, que terá o intento de gerenciar o futebol com maior autonomia.


A equipe frustrou a torcida ao ser eliminada na semifinal da Taça Guanabara e tem poucas chances de classificação na Copa Libertadores. Soma dois empates em casa e uma derrota, longe da torcida, nas primeiras três rodadas da fase de grupos.


No entanto, a fraca campanha na competição não ameaça o técnico Muricy Ramalho. Após demitir Antunes, o presidente Peter Siemsen anunciou seu apoio ao treinador. "Como gestor e torcedor do Fluminense, gosto muito do trabalho do Muricy e desejo que ele fique", declarou o dirigente, que não confirmou o substituto de Antunes na vice-presidência de futebol.


 

Leia tudo sobre: Campeonato Carioca 2011Fluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG