iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Reportagens Especiais

13/06 - 12:22

Sofisticada, Eurocopa reúne os melhores jogadores do futebol mundial

Especial iG Esporte traz uma lista com todos jogadores de cada seleção, time-base, sedes, estádios e lista de todos os campeões; além de opiniões e exclusivas

Léo Morelli, repórter iG Esporte

SÃO PAULO - Áustria e Suíça recebem, a partir deste sábado, 7 de junho, algumas das principais estrelas do futebol mundial. Os dois países dividem a organização da Eurocopa, uma espécie de Copa do Mundo sem a participação de Brasil e Argentina – este ano, também não terá a Inglaterra.

Após oito anos, a Eurocopa volta a ser organizada por dois países. Em 2000, Holanda e Bélgica foram as pioneiras no modelo de sedes compartilhadas. No torneio, 16 equipes lutarão para erguer o troféu Henri Delaunay em 29 de junho, no estádio Ernst Happel de Viena. A taça leva o nome do dirigente francês que propôs a criação do torneio.

A Basiléia sediará os jogos da Suíça pelo grupo A, que ainda tem República Tcheca, Turquia e Portugal. (Veja a análise de Felipão e as listas de todos os jogadores dos times do grupo A)

AP
Ronaldo e Felipão: dobradinha pode dar título inédito a Portugal

Viena será a casa da seleção austríaca na primeira fase. A anfitriã enfrentará Croácia, Polônia e Alemanha pelo grupo B. (Veja a análise do meia Diego e as listas de todos os jogadores dos times do grupo B)

França, Itália e Holanda, algumas das seleções favoritas ao título, estão no grupo C, considerado o mais equilibrado. A quarta equipe é a Romênia, que volta à Eurocopa após oito anos. (Veja as análises de Juninho Pernambucano, Taddei e Fágner e as listas de todos os jogadores dos times do grupo C)

O grupo D conta com a Grécia, atual campeã, além de Espanha, Rússia e Suécia. (Veja a análise de Marcos Senna e as listas de todos os jogadores dos times do grupo D)

Getty Images
Marcos Senna: mais um brasileiro a vestir a camisa da Espanha

Os ingleses serão a principal ausência do torneio deste ano. A equipe não teve um bom desempenho no grupo E das Eliminatórias da Eurocopa e deu adeus à competição após um vexame, em pleno Wembley, diante da Croácia.

O brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva participou desta partida, mas não estará na competição européia. O atacante do Arsenal sofreu uma fratura exposta no tornozelo esquerdo em uma partida do Campeonato Inglês, em fevereiro,, e é uma das maiores ausências da disputa. Outro que não estará lá é Canavaro, da Itália, cortado durante a fase de preparação devido a uma lesão também no tornozelo.

Brasileiros na Eurocopa
Apesar de ser um torneio de seleções européias, os jogadores nascidos no Brasil marcam presença na Eurocopa desde 1996, na Inglaterra, quando o volante Donato defendeu a seleção espanhola. Desde então, todas as edições contaram com pelo menos um jogador nascido no Brasil.

O segundo brasileiro a disputar uma Eurocopa foi Paulo Rink. Revelado pelo Atlético-PR, o atacante atuava pelo Bayer Leverkusen quando foi convocado para a seleção da Alemanha que disputou a Eurocopa de 2000, na Holanda e na Bélgica.

Apesar da ausência de Eduardo, esta será a Eurocopa mais brasileira de todos os tempos. O torneio contará com seis jogadores nascidos no Brasil, além do técnico de Portugal, Luiz Felipe Scolari.

Felipão contará com dois brasileiros naturalizados portugueses: o meia Deco e o zagueiro Pepe. Já o volante Marcos Senna defenderá a seleção espanhola, e o atacante Kevin Kuranyi jogará pela Alemanha.

Por sua vez, a Turquia contará com o carioca Mehmet Aurélio, e a Polônia dará ao lateral-esquerdo Roger, ex-Corinthians e Flamengo, a oportunidade de disputar um torneio internacional.

Novos troféus
O troféu Henri Delaunay, cedido ao campeão da Eurocopa, terá 60 centímetros de altura, 18 centímetros a mais alto que o anterior. Segundo a Uefa, o aumento no tamanho da taça foi necessário pois o anterior era menor que o da Liga dos Campeões e o da Copa da Uefa.

Além deste tradicional, o campeão desta edição da Eurocopa vai receber um troféu gigante produzido pelo governo da Áustria. A taça de 11 metros de altura, e que pesa sete toneladas, foi desenhada pela artista suíça Sylvie Fleury. O objeto ainda conta com 11.000 peças de cristal da joalheria Swarovski.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

Mais um luso-brasileiro
Deco é um dos homens de confiança de Felipão para levar o troféu a Portugal pela primeira vez

Topo
[x] fechar