Publicidade
Publicidade - Super banner
Copa América
enhanced by Google
 

Imprensa italiana critica atuação de Ganso contra a Venezuela

Segundo os jornais do país, jogo fraco do meio-campista teria esfriado o interesse do Milan

Ansa |

A atuação apagada do meio-campista Paulo Henrique Ganso no empate da seleção brasileira contra a Venezuela , válido pela primeira rodada da Copa América , teria esfriado o interesse do Milan pelo jogador e decepcionou a imprensa italiana.

Segundo jornais da Itália, o fato de o diretor geral do Milan, Ariedo Braida, não ter viajado para a Argentina, país sede da competição, demonstraria um recuo na negociação pelo passe do atleta do Santos , que atualmente vale 35 milhões de euros, o equivalente a mais de 79 milhões de reais.

A "Gazzetta dello Sport", da Milão, publicou que o jogador" deveria ver o que os outros não veem", o que não aconteceu, "porque tinha a vista inundada pela névoa", ironizou. A publicação ainda acrescentou que o jogador foi muito "descontínuo", inclusive fora do campo.

Já o "Tuttosport", da Turim, questionou se o meio-campista "é o fenômeno que apresentavam como o segundo Kaká ". Os comentaristas classificaram Ganso como "muito lento" na partida contra a seleção venezuelana para levá-lo para a Itália para jogar como camisa 10.

Leia tudo sobre: Futebol MundialItáliaMilanSeleção BrasileiraGanso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG