Brasil cai em "grupo da morte" em Pequim. Bom ou ruim?