Matemática: Palmeiras abre 11 pontos percentuais sobre o assustado (e caído?) Grêmio!