Grêmio tremendo, São Paulo burocrático, Raposa viva e Lusa reanimada