A "otoridade" da autoridade!