Proposta do Catar: também quero a minha!