Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Capitão Terry admite que não é mais tão popular na Inglaterra

Apesar disso, zagueiro do Chelsea disse ter o apoio do ex-capitão e dos demais companheiros de seleção

Gazeta Esportiva |

Escolhido para ser novamente o capitão da seleção da Inglaterra pelo técnico Fabio Capello, o zagueiro John Terry afirmou entender que não goza mais da popularidade que teve no passado depois do escândalo em que se envolveu com o ex-companheiro de time Wayne Bridge, ao se relacionar com a então namorada do lateral-esquerdo. Ele revelou ter conversado com o antigo capitão, Rio Ferdinand, e que teve o apoio dele e dos demais companheiros de time.

"Sei que não vou ser o mais adorado pelo público, mas sou um homem muito mais sábio agora", afirmou, lembrando o diálogo que teve com o zagueiro do Manchester United após a troca de faixa imposta por Capello.

"Rio me ligou, o que foi um grande gesto e mostra o homem que é. Tivemos uma conversa de uns dez minutos e ele me desejou o melhor. Ele se importa com a seleção. Está naturalmente desapontado, mas afirmou que o mais importante é continuar vencendo", contou, mostrando sensibilidade com a situação do companheiro de time.

"Eu sinto por Rio. Mesmo eu tendo a braçadeira de capitão de volta, posso ver que temos vários líderes nos vestiários", contou.

A imprensa inglesa afirmou que Ferdinand não irá deixar a seleção por conta da decisão do treinador. Em entrevista à BBC, uma fonte não identificada afirmou que ele jamais cogitou abandonar o elenco nacional. "Ele ama atuar pela seleção de seu país, e Fabio Capello nunca irá mudar isso", assegurou.
 

Leia tudo sobre: TerryInglaterrafutebol mundialChelsea

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG