Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bruno César nega ter tirado sarro e deseja melhoras a Valdívia

Meia satirizou a lesão do chileno durante um treinamento do Corinthians

Gazeta |

Bruno César não demonstrou a mesma desenvoltura que teve para imitar o chileno Valdivia ao explicar a sátira, nesta quinta-feira. Olhou para o lado, mordeu a língua e revelou o seu incômodo com o assunto diante das câmeras: "Ai, ai... Acho que...", disse o meia do Corinthians , constrangido, antes de ser bem político ao se pronunciar sobre a polêmica.

Futura Press
Bruno César ironizou contusão de Valdivia na terça

A intriga entre os corintianos e Valdivia começou quando um controverso "drible" do palmeirense ficou badalado, às vésperas da semifinal do Campeonato Paulista. A jogada consiste em chutar o ar, com a posse de bola, para tentar ludibriar e irritar a marcação adversária - o que já provocou a expulsão do ex-corintiano Anderson, do Santo André, em jogo da Copa do Brasil.

Antes do clássico contra o Palmeiras, os chutes no vazio de Valdívia dividiram opiniões no Corinthians. O lateral esquerdo Fábio Santos e o zagueiro Leandro Castán criticaram o rival, que foi defendido pelos demais. O atacante Liedson e outros atletas, então, passaram a se divertir ao reproduzir o lance do chileno em treinamentos com bola.

No último domingo, o chute no vazio de Valdívia fracassou. Aos 20 minutos do primeiro tempo do confronto com o Corinthians, o meia do Palmeiras sofreu lesão muscular na coxa esquerda ao executar a sua jogada e pediu para ser substituído. Dois dias depois, Bruno César arrancou gargalhadas de seus colegas ao imitar a cena no CT Joaquim Grava .

"Infelizmente, o Valdívia fez o chute no vazio e se machucou. Eu só fui mostrar para os meus companheiros como foi o gesto que ele fez ao sentir a lesão. Não fiz para tirar sarro ou ironizar. Ao contrário. Respeito muito o Valdívia e o Felipão. Foi uma contusão séria, e eu sei disso. Espero que o Valdívia melhore o mais rapidamente possível", discursou Bruno César.

O meia ainda reconheceu que se deixou contagiar pelo tema do momento. "Muita gente estava falando desse chute do Valdívia, dizendo que ele faria contra a gente. Nossos jogadores comentaram também. Era o assunto da vez", definiu.

Classificado para a final do Campeonato Paulista com o Corinthians, Bruno César agora quer esquecer Valdívia e os chutes no vazio. "Faremos um clássico completamente diferente contra o Santos. Diante do Palmeiras, todo mundo entrou muito pilhado. Desta vez, vamos só jogar bola", afirmou.

Leia tudo sobre: Bruno CésarCorinthiansValdíviaPalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG