Tamanho do texto

Time paulista manteve a boa fase até contra o time que era o vice-líder da Série B antes do jogo começar

O Bragantino surpreendeu mais uma vez e conquistou sua quinta vitória seguida no Brasileiro da Série B. Dessa vez, a vítima foi o Náutico , que perdeu de 2 a 1, no estádio Nabi Abi Chedid, e perdeu a chance de continuar encostado na líder Portuguesa.

O time de Bragança Paulista teve um início arrasador, marcando o primeiro gol da partida logo aos 50 segundos de jogo, com o ala Léo Jaime. Já o segundo tento anotado pelo Bragantino foi marcado por Lincom, que em posição de impedimento, empurrou para as redes aos 24 minutos do primeiro tempo.

Mesmo com um jogador a mais durante praticamente todo o jogo e diminuindo no fim da partida, o Náutico não conseguiu chegar ao empate, e foi ultrapassado pela Ponte Preta, caindo para o terceiro lugar. Já o Bragantino segue sua arrancada em direção ao G4, e agora foca para conquistar uma vaga para a Série A do ano que vem.

Jogadores comemoram um dos gols do ascendente Bragantino
AE
Jogadores comemoram um dos gols do ascendente Bragantino

O jogo
O Bragantino fez valer a sua força dentro do Nabi Abi Chedid e começou a partida da melhor maneira possível. Logo aos 50 segundos de jogo, o ala Léo Jaime recebeu um passe preciso do meia Marcinho e invadiu a área, dando um leve toque na saída de Gideão para inaugurar o placar do jogo.

Após marcar o gol, a equipe continuou em um ritmo alucinante. A nova sensação da equipe, o atacante Romarinho, recebeu a bola aos seis minutos e invadiu a área. Mesmo livre de marcação, o jogador não conseguiu acertar um bom chute, e o goleiro do Timbu conseguiu tirar com o pé.

Apesar da superioridade do Bragantino, o Náutico teve boas chegadas ao ataque e levou perigo à meta defendida por Gilvan. Entretanto, o Massa Bruta conseguiu surpreender e anotar o segundo gol da partida, com mais uma assistência precisa de Marcinho. Aos 24 minutos, o meia cobrou falta na direita e encontrou o atacante Lincom, que em posição irregular, empurrou para o fundo das redes.

Administrando o resultado, o Bragantino sofreu uma dura perda durante o primeiro tempo. O ala direito Diego Macedo não conseguiu se encontrar em campo e após cometer faltas em Jeff Silva e Marlon, recebeu dois cartões amarelos e foi expulso de campo aos 39 minutos.

Já no segundo tempo, o Bragantino teve mais uma grande chance de ampliar a vantagem, mas Marcinho acabou desperdiçando. O meia recebeu cruzamento dentro da área e chutou forte, mas a bola foi por cima do gol.

Em resposta, o Náutico teve uma boa chegada aos 23 minutos. Kieza foi acionado por Rogério na esquerda e chutou de primeira, para uma bela defesa do goleiro Gilvan.

O Bragantino começou a sentir a ausência de um jogador no meio-campo e deu espaços para que o Náutico chegasse mais vezes ao ataque. Aos 36 minutos, Kieza recebeu dentro da área e chutou com perigo, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, o zagueiro Marlon recebeu cruzamento na área e contou com a falha do goleiro Gilvan para diminuir o placar.

Pressionando muito nos minutos finais, o Timbu levou perigo ao goleiro Gilvan em diversas possibilidades. Entretanto, empurrado pela torcida, o Bragantino se manteve sólido defensivamente e ainda viu Eduardo Ramos ser expulso, impedindo que os pernambucanos chegassem ao empate.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 2 X 1 NÁUTICO

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista
Data: 13 de setembro de 2011, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Assistentes: Marcia Lopes Caetano (RO) e Luis Scofield Guerra Costa (RJ)
Cartões Amarelo: Diego Macedo, Marcinho e Mineiro (Bragantino); Derley, Eduardo Ramos, Kieza e Peter (Náutico)
Cartão Vermelho: Diego Macedo (Bragantino); Eduardo Ramos (Náutico)

Gols: BRAGANTINO: Léo Jaime, aos 50 segundos, e Lincom, aos 24 minutos do primeiro tempo
NÁUTICO: Kieza, aos 36 minutos do segundo tempo

BRAGANTINO: Gilvan; Júnior Lopes, Luiz Carlos e Astorga; Diego Macedo, Andrézinho, Mineiro, Marcinho (Luis Felipe), Léo Jaime; Romarinho (Diego) e Lincom (Otacílio Neto)
Técnico: Marcelo Veiga

NÁUTICO: Gideão; Peter, Marlon, Ronaldo Alves e Jeff Silva (Airton); Lenon (Marcos Vinícius), Derley, Elicarlos e Eduardo Ramos; Rogério (Alexandro) e Kieza
Técnico: Waldemar Lemos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.