Duas grandes empresas de material esportivo já procuram o clube com interesse na confecção do uniforme

O Atlético-MG lançou sua coleção de uniformes para o Campeonato Brasileiro em 18 de maio. Menos de um mês depois do lançamento, o clube já é assediado por outras empresas que fornecem material esportivo. Duas das maiores marcas do setor, Nike e Adidas, já procuram o clube mineiro. Sucesso de vendas, a camisa do Atlético-MG sempre está na lista das mais vendidas do país, mas a coleção 2010/2011 teve um acréscimo de venda com a camisa de treino rosa . Ao todo foram 60 mil unidades, o que rendeu R$ 700 mil ao Atlético-MG somente com as camisas de treino.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Nesta sexta-feira, inclusive, Alexandre Kalil vai receber um representante da Adidas em Belo Horizonte. Questionado pelo iG sobre o encontro, o presidente do Atlético-MG apenas confirmou a informação. “É verdade”, disse Kalil na saída da Arena do Jacaré, depois da partida contra o São Paulo .

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

No entanto não vai ser fácil alguma empresa desbancar a Topper. Atualmente a empresa paulista paga alto em torno de R$ 10 milhões ao Atlético-MG, somados patrocínios e royalties de acordo com a venda de produtos. Além do mais, o contrato entre Atlético-MG e Topper vai até dezembro de 2012, sendo que a empresa já demonstrou interesse na renovação por pelo menos mais dois anos, até dezembro de 2014, assim como é com o Grêmio .

Sobre a reunião desta sexta-feira, não é a primeira vez que o Atlético-MG é procurado pela Adidas. A empresa alemã já demonstrou interesse em patrocinador o clube mineiro em outras oportunidades, porém sempre esbarrou na baixa proposta financeira. “O interesse é antigo, mas eles precisam chegar com o dinheiro. A escolha é pelo dinheiro, não pela marca”, disse uma fonte do iG , ligada ao presidente Alexandre Kalil, que fez o valor arrecado com patrocinadores saltar de R$ 8 milhões para R$ 28 milhões .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.