Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Westbrook bate recorde de pontos e leva Oklahoma City à vitória

Armador anotou 43 pontos no triunfo sobre o Indiana Pacers fora de casa; Charlotte levou a melhor sobre o Houston

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859935992&_c_=MiGComponente_C

O Oklahoma City Thunder visitou o Indiana Pacers e conquistou a vitória por 110 a 106 após prorrogação. Os visitantes chegaram ao resultado positivo liderados pela atuação inspirada de Russell Westbrook.

O armador do Thunder foi o cestinha do encontro com 43 pontos ¿ pontuação recorde da carreira. Teve ainda oito rebotes, oito assistências e três roubos de bola. O astro Kevin Durant apareceu com 25 pontos e oito rebotes.

Dois outros jogadores do time visitante se destacaram: o ala Jeff Green e o ala-armador Thabo Sefolosha, que atingiram double-double. O primeiro teve 15 pontos e 14 rebotes. Já o segundo marcou 13 pontos e apanhou dez rebotes.

AP
Russell Westbrook em ação contra o Indiana; armador brilhou pelo Thunder

O destaque do Indiana foi o ala Danny Granger, com 30 pontos e quatro rebotes. O pivô Roy Hibbert (19 pontos e dez rebotes) e o ala-armador Mike Dunleavy (12 pontos e dez rebotes) também apareceram bem.

O tempo regulamentar terminou empatado em 96 pontos. O Oklahoma City ainda teve a chance de evitar a prorrogação, mas o arremesso de Durant no último segundo não caiu. Mas o time foi melhor no tempo-extra e assegurou a vitória.

Charlotte bate Houston em casa

Depois de ter perdido as duas últimas partidas, o Charlotte Bobcats voltou a vencer. A equipe recebeu em seu ginásio o Houston Rockets e levou a melhor por 99 a 89.

Quem brilhou no triunfo dos mandantes foi ala Gerald Wallace, dono de 21 pontos e 14 rebotes. Outro jogador que atingiu dois dígitos em dois fundamentos foi o também ala Boris Diaw, com 20 pontos e dez rebotes.

O melhor do Houston foi o ala-armador reserva Chase Budinger, que somou 19 pontos e oito rebotes no confronto. O ala-pivô argentino Luis Scola, por sua vez, teve atuação discreta: foram apenas 11 pontos e sete rebotes.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG